Institucional > FIEP

Indústrias de Cianorte recebem consultoria especializada

Sistema Fiep promove evento em Cianorte, no Noroeste do Paraná, para orientação dos empresários e trabalhadores do setor

Para esclarecer dúvidas, detalhar tecnologias e incentivar investimentos em inovação, o Sistema Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), por meio da Rede de Tecnologia do Paraná (Retec), promove em Cianorte, na região Noroeste, nesta quinta (18) e sexta-feira (19), a Clínica Tecnológica de Confecções. O evento reunirá industriais, trabalhadores e demais envolvidos no processo de produção, através de consultorias e palestras que abordam assuntos como modelagem, planejamento de coleções, além de informações sobre o mercado, planejamento, programação e controle da produção.

Os temas foram previamente definidos, a partir das sugestões apresentadas pelo próprio setor, em reuniões promovidas pela Retec em conjunto com o Arranjo Produtivo Local (APL) de Confecções. “Ao montarmos o programa das clínicas, levamos em conta as necessidades e as solicitações dos participantes”, diz o coordenador da Retec, Reinaldo Tockus. Encontros semelhantes já foram realizados nos APLs da Madeira, em União da Vitória, e de Metais Sanitários, em Loanda, sempre com o propósito de disponibilizar informações técnicas a respeito de cada segmento. A previsão é de que até o final deste ano sejam realizadas clínicas tecnológicas em mais 10 municípios paranaenses. “É uma conversa informal, em que todos podem trazer situações reais para serem analisadas com o consultor”, acrescenta Tockus.

O APL de Cianorte foi formado em abril de 2004, através do planejamento compartilhado, e é responsável pela produção de confecções. É composto por 40 empresas, que faturam R$ 200 milhões por ano, empregando aproximadamente 12 mil trabalhadores, entre formais e informais. “É inegável a importância do setor para a economia e para o desenvolvimento da cidade e da região, por isso estamos empenhados em contribuir para acrescentar novos conhecimentos que reflitam em evolução tecnológica”, comenta o coordenador da Retec.


Programação – O evento será aberto às 8h desta quinta-feira (18). Neste dia serão realizadas quatro clínicas: Modelagem, com Silmar Alves, professor de modelagem do Curso Técnico de Estilismo em Confecção Industrial do Senai/Cietep; Planejamento, Programação e Controle da Produção, com Marcelo Siciliano, diretor da Megatech Consultoria; Gestão da Produção, com Moacir de Cássio, consultor da Megatech na área de vestuário; e Planejamento de Coleções, com Marianne Rohrig, design e docente do Curso de Estilismo do Senai/Cietep.

A novidade deste encontro são os atendimentos individualizados, nos quais empresários poderão esclarecer dúvidas específicas sobre modelagem, gestão da produção, planejamento de confecções e controle da produção. Os atendimentos serão realizados na sexta-feira e cada empresário deverá agendar um horário com os consultores.
As palestras serão realizadas nas noites de quinta-feira. São abertas ao público em geral, empresários, estudantes, profissionais liberais, e têm por objetivo transmitir informações sobre mercado, exportação, fomento, métodos de auxílio às micro e pequenas empresas. Os consultores e palestrantes são profissionais de entidades parceiras, universidades, técnicos de empresas renomadas que dominam os processos solicitados e podem estar “abrindo horizontes” para aqueles que participam da clínica.

As clínicas e os atendimentos individualizados serão realizadas no Senai, Travessa Um, 63 – Parque Industrial Ginásio do Sesi, e as palestras, no Hotel Gold Men, Avenida Paraíba, 979.


APLs englobam 390 indústrias no Paraná


O APL é caracterizado pela concentração de empresas de um mesmo segmento ou de atividades complementares que mantêm algum tipo de cooperação. “Atuando de forma cooperada, as empresas podem ganhar escala, reduzir custos, compartilhar processos tecnológicos inovadores e formalizar consórcios para diversas finalidades”, destaca Gina Paladino, diretora executiva do Instituto Euvaldo Lodi (IEL).
O Sistema Fiep trabalha com 10 APLs industriais no Paraná, englobando cerca de 390 indústrias. São eles: Confecções (Cianorte), Móveis (Arapongas), Bonés (Apucarana), Mandioca (Paranavaí), Madeira (União da Vitória), Malhas (Imbituva), Metais Sanitários (Loanda) Moda Bebê (Terra Roxa), Talco (Castro), e Cal e Calcário (Região Metropolitana de Curitiba).

Até o final do ano, o Sistema Fiep pretende trabalhar com mais quatro arranjos: Moda Social Masculina (região Sudoeste), Louças e Porcelana (Campo Largo), Máquinas e Equipamentos Agrícolas (Cascavel), e Móveis de Metal (Ponta Grossa).

About Author