Institucional > FIEP

Fieo e Finep lançam Programa Juro Zero

Programa Juro Zero beneficiará 100 pequenas empresas inovadoras que poderão captar até R$ 900 mil em crédito com menos burocracia e que poderão ser pagos em cem parcelas

As micro e pequenas empresas inovadoras paranaenses passam a contar agora com empréstimos sem juros e pagamento dividido em cem parcelas. Desde esta segunda-feira (31), o Sistema Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep) e a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) estão disponibilizando ao Estado R$ 20 milhões para Programa Juro Zero.

“O lançamento nacional do Juro Zero foi feito no Paraná, mas o projeto irá atender também as regiões das cidades de Florianópolis, Recife, Minas Gerais e Bahia. Ao todo, o programa irá liberar para as cinco regiões envolvidas R$ 100 milhões, oriundos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT)”, explica o superintendente do setor de Empresas Inovadoras da Finep, Eduardo Costa.

“O Paraná é pioneiro na adoção deste novo instrumento de crédito. Estes recursos serão fundamentais para alavancar as iniciativas de empreendedores que pretendem desenvolver idéias inovadoras, seja dentro das empresas ou em incubadoras tecnológicas”, afirma o presidente do Sistema Fiep, Rodrigo da Rocha Loures. “O setor industrial torce para que esta primeira linha oficial de baixo custo possa inspirar outras entidades de crédito a diminuírem as taxas médias vigentes nos contratos de financiamentos ao setor produtivo brasileiro”, complementa.

No Paraná, o programa vai funcionar por meio de um consórcio formado pela Fiep, Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/PR), Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar), Instituto de Tecnologia para o Desenvolvimento (Lactec) e pelo Instituto Brasileiro da Qualidade e Produtividade (IBQP). A Fiep e o Sebrae serão responsáveis pela constituição de um Fundo de Garantia de Crédito, no valor de R$ 2 milhões.

“Este fundo irá diminuir a burocracia das empresas no momento de captar os recursos”, afirma o diretor de Captação e Fomento do Sistema Fiep, Luiz Virgílio Macedo. Os projetos serão apresentados por meio de um formulário eletrônico disponível no site da Finep (www.jurozero.finep.gov.br), sendo necessária à assinatura digital para seu envio.

A meta é atingir no Estado mais de cem empresas inovadoras, que agreguem conhecimento técnico-científico a produtos, processos de produção, serviços, entre outras atividades. “A estimativa é que as empresas captem em média R$ 200 mil de financiamento”, afirma Eduardo Costa, da Finep.

O superintendente regional do Sebrae, Hélio Cadore, explica que a avaliação técnica do projeto será realizada em parceira entre o Tecpar, Lactec, Fiep e Finep. De acordo com ele, este comitê facilitará o processo de seleção.

“Ao mesmo tempo em que se pretende atender indústrias inovadoras, será propiciada uma maior interação entre as universidades e o setor produtivo, atingindo também as pequenas empresas que compõem os diversos arranjos produtivos locais do Paraná”, diz Macedo.

Financiamento – Dirigido a empresas inovadoras com faturamento anual de até R$ 10,5 milhões, o Programa Juro Zero oferece financiamentos que variam de R$ 100 mil à R$ 900 mil, corrigidos apenas pelo índice da inflação – Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Não há carência, e o empresário começa a pagar no mês seguinte à liberação do empréstimo. Sendo o pagamento facilitado em cem parcelas.

Como não há necessidade de garantias reais, foi criada uma composição alternativa de garantias para avalizar o financiamento. Os sócios da empresa proponente vão afiançar 20% do total. Além disso, em cada empréstimo, haverá um desconto antecipado de 3% no valor liberado aos empreendimentos, dinheiro que criará um fundo de reserva correspondente a 30% do total de financiamentos.

Após a quitação do empréstimo e caso não haja inadimplência, essa taxa, corrigida pelo IGPM, será devolvida às empresas. Os 50% restantes serão assegurados por Fundos de Aval criados pelos agentes locais em cada uma das regiões escolhidas

About Author