Institucional > FIEP

FIQ 2006

Caravanas de empresários visitam o Senai/Cetmam

Caravanas de empresários visitam o Senai/Cetmam

Centro de Tecnologia da Madeira e do Mobiliário aproveita Feira da Indústria Moveleira para divulgar estrutura e oferecer produtos e serviços a empresas de todo o país



Caravanas de empresários de todo o país estão visitando esta semana a unidade do Senai/Cetmam (Centro de Tecnologia da Madeira e do Mobiliário), em Arapongas, Norte do Estado. Mais de 250 empresários de municípios do Mato Grosso, Tocantins, Rio de Janeiro, São Paulo, Pernambuco e Paraná, que participam da 5.ª edição da Feira Internacional da Qualidade em Máquinas, Matérias-Primas e Acessórios para Indústria Moveleira (FIQ), que acontece até esta sexta-feira (30) em Arapongas, já passaram pela sede do Cetmam.

No Centro, os empresários têm interesse especial em conhecer as máquinas da Homag, empresa alemã que fabrica equipamentos de alta tecnologia para a indústria moveleira e que mantém convênio com o Senai.  “O objetivo dessas visitas é divulgar a estrutura do Cetmam, que é referência nacional na área, e oferecer nossos produtos e serviços em qualificação, treinamento, consultoria e design de móveis”, explica Márcia Donegá Leandro, gerente do Cetmam. “A reação dos empresários é muito positiva. Eles ficam impressionados com a estrutura do centro”, complementa.

A FIQ 2006 reúne 80 expositores, inclusive o Cetmam, apresentando novas tecnologias e maquinários para a indústria madeireira e de mobiliário de todo o Brasil. A previsão dos organizadores é que o evento atraia cerca de 15 mil pessoas.

Cooperação internacional – O Centro Nacional de Tecnologia da Madeira e do Mobiliário foi criado em 1993, fruto de um acordo de cooperação entre o Senai Paraná e o Ministério da Economia do Estado de Baden-Württemberg, na Alemanha.

A parceria tem viabilizado a implantação de projetos conjuntos envolvendo técnicos dos dois países. O Cetmam presta assessoria especializada em processo produtivo e design de móveis para o segmento moveleiro e capacita em média 1.000 profissionais por ano, através de cursos nas áreas de madeira e mobiliário, design de móveis e gestão de processos industriais.

About Author