Escola de Curitiba ganha “Indústria do Conhecimento”

O Sesi construiu a estrutura e doou o acervo da biblioteca, implantada em parceria com a prefeitura da capital

clique para ampliar biblioteca atenderá aos alunos e comunidade (Foto: Rogério Theodorovy)

A Escola Municipal Dario Velozo, da Cidade Industrial de Curitiba, ganhou nesta terça-feira (12) a primeira biblioteca do Estado do projeto educacional “Indústria do Conhecimento”, implantado pelo Serviço Social da Indústria (Sesi) do Paraná, em parceria com a Prefeitura de Curitiba. A biblioteca é um espaço onde o trabalhador da indústria e seus familiares, estudantes, professores e a comunidade em geral têm acesso a informações em mídia impressa e eletrônica, periódicos e acesso à internet.

Assista o vídeo da reportagem

O Sesi implantou a estrutura e doou o acervo de 1.300 livros; 10.000 títulos em mídia eletrônica, periódicos, jornais e computadores com acesso a internet. A prefeitura disponibiliza pessoal para atendimento aos usuários e fará toda a manutenção. 

Alunos, professores e líderes da comunidade participaram da inauguração, que teve a presença do presidente do Sistema Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), Rodrigo da Rocha Loures, do prefeito Beto Richa, do superintendente do Sesi-PR, José Antônio Fares, e da secretária municipal da Educação, Eleonora Bonato Fruet, além da diretora da escola, Marinês Mocelin, gerentes e profissionais do Sesi e vereadores.

A neta do professor Dario Velozo, Hadail Grein Velozo, foi homenageada e fez questão de doar uma coleção de livros para a nova biblioteca. “É um momento importante e de muita alegria. O projeto traduz os resultados positivos, para todos, da união de esforços entre uma entidade do setor privado e o poder público”, disse Rocha Loures.

clique para ampliar O superintentende do Sesi, José Antonio Fares, entrega a carterinha da biblioteca para aluna da escola (Foto: Rogério Theodorovy)

A parceria foi enaltecida também pelo prefeito Beto Richa, que enfatizou a disposição do Sistema Fiep e do Sesi -PR em contribuir para com o aprimoramento da educação das crianças e jovens. “Temos feito grandes parcerias em Curitiba e essa é, sem dúvida, das mais importantes”, disse Richa. “O trabalho do Sistema Fiep merece o respeito de todos os paranaenses”, afirmou ele.

No Paraná – Criado pelo Sesi Nacional, o projeto Indústria do Conhecimento está sendo implantado pelos departamentos regionais da entidade, em todo o País.

O Sesi Paraná articula parcerias e desenvolve as ações no Estado. “A nossa orientação é que as bibliotecas sejam implantadas em regiões onde haja IDH a ser desenvolvido e sejam próximos à indústrias, para facilitar o acesso dos industriários e seus familiares”, disse o superintendente da entidade, José Antonio Fares. Segundo ele, estão previstas a implantação, até maio de 2010, de 50 bibliotecas Indústria do Conhecimento em todo o Paraná.

clique para ampliar Rocha Loures, Beto Richa e a secretária da Educação, Eleonora Fruet, com aluna da escola (Foto: Rogério Theodorovy)

Ainda neste ano, serão inauguradas mais duas unidades em Curitiba (também na CIC, em parceria com a prefeitura), em Irati, União da Vitória, Almirante Tamandaré, Contenda, Colombo, Cianorte e Campo Mourão, todas junto com as prefeituras dos municípios. Além dessas, outras duas unidades em parceria com empresas: Rio Branco do Sul, com a Votorantim, e em Joaquim Távora, com a Frangos Pioneiros.

Segundo a secretária da Educação de Curitiba, Eleonora Fruet, a unidade da Escola Dario Velozo passa a integrar a Rede Municipal de Bibliotecas, hoje formada por 45 unidades, com 720 mil livros. “Este  projeto é fruto de um ideal comum da prefeitura de Curitiba e o Sesi Paraná, que entende a literatura, a leitura e o conhecimento como caminhos verdadeiros e efetivos para a formação dos jovens e do futuro do País”, afirmou ela.  

             

 

 

About Author