Conselho Paranaense de Cidadania Empresarial apresenta suas ações

As atividades foram relatadas durante do Fórum de Desenvolvimento do CPCE

clique para ampliar O coordenador do Fórum de Desenvolvimento do CPC, Ramon Andréas Doria, e a coordenadora executiva, carla Mocellin (Foto: Rogério Theodorovy)

O Fórum de Desenvolvimento do Conselho Paranaense de Cidadania Empresarial (CPCE) abriu as atividades da Arena Social Sesi, espaço instalado dentro do Congresso Paranaense de Recursos Humanos (CONPARH), onde são apresentadas iniciativas de empresas e do Sistema Fiep que contribuem para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio. O coordenador do Fórum de Desenvolvimento, empresário Ramon Andréas Doria, falou sobre a missão do CPCE, que é de congregar competências empresariais para promover o desenvolvimento sustentável do Paraná.

“O CPCE atua para disseminar as práticas sociais das empresas e estimular a troca de experiências”, disse Doria, que integra o Conselho regional do Sesi Paraná e é também coordenador do Conselho Temático de Responsabilidade Social da Fiep. A reunião do Fórum de Desenvolvimento na Arena Social teve a presença do ex-presidente da Fiep, Mário de Mari, do diretor regional do Senai, João Barreto Lopes, e dos representantes das empresas que apresentaram os projetos sociais desenvolvidos por suas organizações.

A coordenadora do núcleo executivo do CPCE, Carla Mocellin, apresentou a estrutura da entidade e fez um relato das principais atividades deste ano. Uma das novidades, segundo ela, é que o projeto Valorizar é Preciso!, de orientação e educação ambiental a comunidades e estudantes, foi inserido no projeto Sesi/Senai na Escola Indústria itinerante, que  leva ações de orientação profissional, bem estar e empreendedorismo a alunos de ensino fundamental de escolas públicas. “Assim, a questão ambiental passa a ser levada a cerca de 60 escolas hoje integradas no projeto Indústria itinerante”, explicou Carla.

 Foram também relatadas ações dos Núcleos de Competências do CPCE – fóruns que reúnem os representantes designados pelo Fórum de Desenvolvimento de acordo com temas de interesse comum, áreas afins ou em função de competências setoriais próximas. A professora Wanda Camargo, coordenadora do Núcleo de Competência Instituições de Ensino Superior e diretora da Unibrasil, falou sobre o projeto que vem sendo desenvolvido, neste ano, em parceria com o Movimento Nós Podemos Paraná.

O trabalho conjunto envolve a participação das instituições de ensino superior nos Círculos de Diálogo – encontros promovidos pelo Nós Podemos Paraná para o desenvolvimento de projetos que buscam o alcance dos Objetivos do Milênio (ODMs). Os universitários poderão receber certificação do Programa de Voluntários da ONU, ao desenvolverem projetos que envolvam os ODMs. “Já recebemos 235 projetos de universitários, propostos em 12 encontros Círculos de Diálogos realizados até agora. O número será ainda maior, pois vão ocorrer mais 14 encontros”, disse Vanda Camargo.

Empresas do 3º Milênio – A vice-coordenadora do Núcleo de Competência de Comércio e Serviços e presidente do Movimento Nacional pela Recuperação das Empresas Brasileiras, Regina Zanch, falou sobre o trabalho de consultoria e orientação aos empresários, buscando formar empresas autossustentáveis. “O Movimento atua dentro do Núcleo de Comércio e Serviços. Hoje temos 18 consultores voluntários atendendo empresários de diferentes segmentos”, disse Regina. A idéia é que, junto com o CPCE, seja criado um prêmio para reconhecer as empresas que avancem com projetos relacionados ao Oito Objetivos do Milênio.

About Author