Institucional > FIEP

Empresa de tecnologia cresce com recursos do Juro Zero

Com recursos do programa, TecnoSpeed Tecnologia aumenta número de funcionários e reforça o polo de tecnologia de software de Maringá

clique para ampliar O analista da Fiep Felipe Couto ministra palestra sobre financiamento pelo Juro Zero (Foto: Dirceu Herrero – RG Comunicação)

Foi inaugurada nesta quinta-feira (04), em Maringá, a nova sede da TecnoSpeed Tecnologia da Informação, empresa criada a partir de créditos advindos do Programa Juro Zero, da Finep (Financiadora de Estudos e Projetos), que no Paraná é coordenado pela Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep). Na ocasião, o analista da Assessoria de Fomento e Desenvolvimento da Fiep Felipe Couto ministrou palestra sobre financiamento para micro e pequenas empresas inovadoras através do Juro Zero.

De acordo com Erike Almeida, gerente comercial da TecnoSpeed, o financiamento foi “fundamental para alavancar os negócios da empresa”, que hoje tem clientes em todo o País. Em 2008, a Publisoft, empresa de software de Maringá, recebeu R$ 150 mil do Programa Juro Zero para o desenvolvimento de uma ferramenta de gestão, que culminou com a criação da TecnoSpeed. A empresa, de pequeno porte, que fabrica componentes para software, contratou mais de dez funcionários no período.

As empresas de software de Maringá reuniram-se em torno de uma associação, a Software By Maringá, com o objetivo de transformar a cidade em um polo do segmento: “O programa Juro Zero é voltado para projetos que tenham abrangência nacional. E um dos nossos objetivos é justamente aumentar a participação das nossas empresas em todo o País”, afirmou o presidente da Software By Maringá, Ademir Faia.

O Programa Juro Zero foi criado em 2005 com a finalidade de estimular o desenvolvimento de projetos de inovação das empresas com faturamento anual entre R$ 330 mil e R$ 10,5 milhões. Os financiamentos variam de R$ 100 mil a R$ 900 mil e os projetos devem ser executados em até 18 meses.

Até agora, empresas paranaenses captaram R$ 4,5 milhões para o desenvolvimento de produtos inovadores nas áreas de software, eletrônica, equipamentos médico-hospitalares, higiene e limpeza, segurança, TecnoIogia da Informação e Comunicação (TIC) e automação. Ainda estão disponíveis R$ 14 milhões para micro e pequenas empresas inovadoras paranaenses.

O programa – O grande diferencial do programa Juro Zero é a facilidade de pagamento. Não há juros, apenas taxa de correção monetária pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), ou seja, cerca de 4,5% ao ano. Não há carência, e o empresário começa a pagar no mês seguinte à liberação do empréstimo. O pagamento é dividido em 100 parcelas. Outro diferencial diz respeito às garantias, pois não são exigidas garantias reais, devendo ser apresentada apenas fiança pessoal dos sócios ou de terceiros no montante de 20% do valor financiado.

No Paraná, o programa funciona por meio de um consórcio formado pela Fiep, Sebrae, Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar), Instituto de Tecnologia para o Desenvolvimento (Lactec) e pelo Instituto Brasileiro da Qualidade e Produtividade (IBQP).

Os empresários interessados em se candidatar aos recursos devem entrar em contato com a Assessoria de Fomento e Desenvolvimento da Fiep pelo telefone (41) 3271-9551 ou pelo e-mail lilian.bastista@fiepr.org.br. Para agilizar o processo, a Fiep disponibiliza um formulário de consulta prévia simplificado, em que os interessados verificam se cumprem todos os requisitos para a obtenção do recurso. Após esta etapa, os projetos devem ser cadastrados no site da Finep.

About Author