Consumo consciente e ações coletivas são fundamentais para o desenvolvimento sustentável

Sesi no Paraná promove evento para debater a agenda da ONU relacionada à proteção de ecossistemas

Uma projeção do Banco Mundial aponta que até 2050 seriam necessários os recursos naturais de três planetas para atender a demanda da humanidade. Os dados foram apresentados no último encontro do III Ciclo de Estudos promovido pelo Sesi no Paraná nessa quinta-feira (31), no Campus da Indústria da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), em Curitiba.

O Ciclo de Estudos foi criado em 2015 e o Sesi organiza encontros com palestras que debatem os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) estabelecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU). Nessa quinta-feira, o debate foi sobre o ODS 15, que trata da proteção dos ecossistemas terrestres e biodiversidade.

Para Irineu Roveda Júnior, consultor em Governança Corporativa, Estratégia Empresarial, Sustentabilidade e Compliance do Sistema Fiep, que foi um dos palestrantes do Ciclo de Estudos, as empresas também precisam incorporar a agenda dos ODS. “Atualmente é impossível administrar uma empresa sem pensar em sustentabilidade. O comportamento dos profissionais também tem mudado. Hoje, há muito mais interesse nos valores e causas que a empresa possui na hora de manter os bons profissionais no quadro funcional”, disse.

A questão da água potável, que ganhou uma agenda específica nos ODS, também foi tratada pelo vice-presidente de Assuntos Corporativos e Sustentabilidade da Novozymes para a América Latina, Pedro Fernandes. Segundo ele, falar de meio ambiente em uma realidade onde 1,8 milhões de pessoas não têm acesso à água é um desafio. “Vai chegar um momento em que a água será mais valiosa que o petróleo. Ser sustentável não é estar na moda. É uma ação urgente”, alertou.

Participação

O encontro reuniu estudantes universitários, professores, representantes de empresas e órgãos públicos e a comunidade em geral. Trabalhando na área de patrimônio e contabilidade, Sandra Kazue Ivama, aproveitou o último dia de férias para participar das discussões. “Me interesso muito pelo tema e tento fazer a minha parte. Além de ser uma causa nobre é uma necessidade para todos nós”, afirma. Segundo ela, todos os tópicos das palestras serão repassados aos colegas no retorno ao trabalho.

Projetos

Os ODS motivaram o lançamento de três livros-aplicativos (O Rei do Rio de Ouro, Frritt-Flacc e Ostras) sobre os ODS, por meio de uma parceria entre a Novozymes e o Sesi. Todos os app books da coleção são publicados em português, inglês e espanhol, e são gratuitos para download nas app stores iOS e Android.7.

Os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável também são trabalhados nos colégios Sesi do Paraná. Os alunos são estimulados a propor iniciativas para melhorar os indicadores locais. Projetos como composteiras para aproveitar o material orgânico e contribuir com a despoluição da água a partir do cuidado com as matas ciliares são alguns dos projetos que já foram executados.