Faculdades da Indústria promovem especialização para turma da Alemanha

Alunos integram parceria entre a instituição e a Steinbeis University Berlin

A experiência de morar em outro país e aprender sobre diversas culturas pode ser muito importante na hora de atender as expectativas do mercado que, cada vez mais, busca profissionais flexíveis e capazes de se adaptar em diferentes meios e situações. Empresas do setor estimam que mais de 230 mil brasileiros deixem o país todos os anos em programas de intercâmbio. Em contrapartida, cerca de 100 mil estrangeiros chegam anualmente ao Brasil para uma temporada de estudos e/ou especializações.

Em Curitiba, as Faculdades da Indústria promovem uma série de parcerias internacionais para o intercâmbio de alunos brasileiros e estrangeiros ao longo do ano letivo. Recentemente, uma turma de 36 alunos da Alemanha desembarcou na capital paranaense para a especialização em Gestão e Planejamento Empresarial. A vinda dos alunos alemães é uma parceria entre as Faculdades da Indústria e a Steinbeis University Berlin.

Os alunos ficarão no estado até o dia 7 de dezembro e, além de aulas e seminários – ministradas em inglês –, também farão visitas técnicas em empresas e indústrias do Paraná. “A especialização é uma oportunidade de promover a troca de experiências e a formação internacional. Além disso, o compartilhamento de boas práticas e o foco em oportunidades de negócios e investimento é bom para ambos os países”, disse o gerente de Operações do Sistema Fiep, Fabricio Luz Lopes.

Além dos alunos estrangeiros que vêm para o Brasil por meio das quatorze parcerias com instituições internacionais, os alunos brasileiros dos cursos das Faculdades da Indústria também têm a oportunidade de participar de programas em outros países. A advogada Juliana Nascimento foi para a Alemanha em 2015 para participar da especialização LLM (Master of Laws) em Direito Empresarial Aplicado. “O fato da faculdade já ter uma série de programas internacionais foi uma facilidade. A experiência contribuiu muito com a minha atuação, já que eu tive a oportunidade de conhecer o meu tema de pesquisa a nível de União Europeia”, conta a advogada.

Com a participação na especialização na Alemanha, Juliana obteve a certificação nos dois países e, inclusive, apresentou o artigo final para a banca alemã em 2016. “Passei um mês lá e continuamos escrevendo artigos e realizando provas pela plataforma da instituição daqui do Brasil. Foi uma grande oportunidade”, salienta.

Além das especializações em Gestão e em Direito, as parcerias das Faculdades da Indústria atendem alunos nas áreas de pesquisa e desenvolvimento de produto da área de madeira e mobiliário, mecatrônica, automação educação e Indústria 4.0. Mais informações no site www.faculdadesdaindustria.org.br.