Lideranças definem projetos prioritários para a Agenda Legislativa da Indústria 2018

Presidentes de sindicatos, empresários e técnicos da Fiep elegeram 27 propostas como prioritárias para o setor entre todas as que tramitam na Assembleia Legislativa; publicação deve ser lançada em abril

O coordenador do Conselho de Assuntos Legislativos, José Eugenio Gizzi, durante o Encontro de Convergência (Foto: Gelson Bampi)

A Federação das Indústrias do Paraná (Fiep) realizou, nesta quarta-feira (21), em Curitiba, o Encontro de Convergência da Agenda Legislativa da Indústria 2018. Presidentes e executivos de sindicatos industriais, empresários e técnicos da entidade elegeram os projetos de lei prioritários que comporão a próxima edição da publicação, que apresenta o posicionamento da Fiep em relação a propostas que tramitam na Assembleia Legislativa.

Vice-presidente da Federação e coordenador do Conselho Temático de Assuntos Legislativos, José Eugenio Gizzi, afirmou que o trabalho de priorização ajuda a guiar a atuação da entidade no relacionamento com o Executivo e os deputados estaduais. “É importante atuar de maneira proativa, dialogando, levando ao governo e aos parlamentares nosso posicionamento em relação às propostas que podem interferir na atividade do setor produtivo, contribuindo assim para o desenvolvimento do Estado”, disse.

Neste ano, os participantes do Encontro de Convergência analisaram 131 projetos de lei que podem causar algum tipo de impacto – positivo ou negativo – para a atividade industrial no Paraná. Eles foram selecionados pelo Núcleo de Assuntos Legislativos da Fiep entre as 926 proposições apresentadas pelos deputados estaduais no ano passado. A maioria dos projetos está ligada a temas como infraestrutura, meio ambiente, regulamentações da economia e questões trabalhistas, além de propostas que afetam setores específicos.

No total, 27 propostas foram consideradas prioritárias e farão parte da Agenda Legislativa da Indústria 2018. A partir de agora, elas serão compiladas em uma publicação em que constará o posicionamento da Fiep – se convergente ou divergente – em relação a cada uma, com justificativas técnicas. A previsão é que a Agenda seja lançada em abril. Ela será entregue a todos os deputados estaduais para que sirva de subsídio para sua tomada de decisão quando os projetos forem colocados em votação.

Além de lideranças do setor industrial paranaense, o encontro desta quarta foi acompanhado também por integrantes da Gerência de Informação e Comunicação Legislativa da Confederação Nacional da Indústria (CNI), que prestaram apoio no trabalho de priorização dos projetos de lei.

About Author