Fiep se posiciona contrária a destinação de recursos do Sebrae à Embratur

A Federação das Indústrias do Paraná (Fiep) enviou, a todos os parlamentares da bancada paranaense no Congresso Nacional, um ofício em que manifesta seu posicionamento contrário à destinação de parte do orçamento do Sebrae para a transformação da Embratur em um serviço social autônomo. A Fiep não tem nada contra as eventuais alterações na Embratur, que foram incluídas no Projeto de Lei nº 2.724/15. Muito menos é contrária a medidas que desenvolvam cada vez mais o setor do turismo. Mas não concorda, de maneira alguma, com a redução dos recursos destinados ao Sebrae. Hoje, essa instituição desenvolve um trabalho essencial para a promoção do empreendedorismo e apoio às micro e pequenas empresas. E investe, inclusive, em diversos projetos na área do turismo. Especialmente no momento em que o país ainda luta para superar uma grave crise econômica, a Fiep não vê que a redução de recursos para o desenvolvimento de micro e pequenos negócios seja o caminho para tentar elevar o setor de turismo a um patamar condizente com o potencial do Brasil nessa área.

About Author