Editorias Fiep > Negócios e desenvolvimento

Investimento em educação e cidades inteligentes são foco de reunião na Fiep

Durante a reunião do Conselho Temático de Desenvolvimento das cidades e regiões, o presidente da Federação das Indústrias do Paraná, Edson Campagnolo, falou sobre a importância de investimentos em educação

Na tarde desta segunda-feira (12), durante a reunião do Conselho Temático de Desenvolvimento das cidades e regiões, o presidente da Federação das Indústrias do Paraná, Edson Campagnolo, falou sobre a importância de investimentos em educação e tecnologia para melhoria da qualificação dos profissionais.

{Confira fotos}

Foram apresentados cases de boas práticas em educação. As cidades de Rio Negro e Apucarana  contaram a receita de sucesso que fez com que conquistassem boas notas no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB). Os municípios investem em escolas com ensino em tempo integral.  A Fiep entregou certificado para reconhecer além das 2 cidades, outras 21 que obtiveram nota igual ou superior a 7 no índice.

Campagnolo parabenizou a equipe pedagógica das cidades. “Em outros países, a educação é tratada como algo que é prioridade. No Brasil, as coisas não são tão fáceis. Por isso, queremos fazer esse reconhecimento por estarem elevando a qualidade do ensino, ninguém vai fazer isso sozinho. Cada um fazendo uma parte, fica mais fácil o todo”, disse o presidente da Federação das Indústrias do Paraná.

O coordenador do Conselho, Sebastião Martins Junior, trouxe como um dos temas da pauta as cidades inteligentes.  Ralf Rapude – diretor de TI e desenvolvimento de negócios da empresa alemã Smight – foi convidado a falar como está o desenvolvimento de municípios conectados na Europa. Ele afirmou que o desafio das smart cities é tornar a vida melhor. “ Na Alemanha, as cidades crescem muito rapidamente, temos um volume de recursos limitados. Precisamos tentar controlar isso, mas o fato é que é algo muito difícil.  Por outro lado, na zona rural as pessoas estão ficando mais velhas, elas mudam para a cidade e isso desequilibra a situação. Organizar as cidades, para que se tornem dignas de viver e fazer com que o ambiente rural seja atrativo, é um desafio”, afirmou o alemão.

Programa Curitiba 2035 – os resultados do programa que começou em 2010, com o objetivo de construir um planejamento para a capital paranaense ao longo de 20 anos, foi apresentado durante a reunião.

Participaram da reunião, o vice-presidente da Fiep, Helio Bampi, o prefeito de Planalto, Inacio Werle, o prefeito de Rio Negro, Milton Paizani, e o prefeito de Pato Branco, Augustinho Zucchi.

About Author