Coluna > Coluna semanal

75 anos a serviço da indústria

Senai completa, em março, sete décadas e meia de atuação no Paraná

Em março de 1943, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) iniciava sua atuação no Paraná. Nesses 75 anos de atividades, a instituição, que integra o Sistema Fiep, mostrou-se cada vez mais relevante para o setor industrial e para a população do Estado.

O Senai foi fundado para atender a uma necessidade da indústria da época: a de formar profissionais qualificados para trabalhar em um segmento ainda nascente. Desde então, firmou-se como referência em educação profissional. Nessas sete décadas e meia, registrou mais de 185 mil matrículas somente em cursos técnicos – uma das diversas modalidades de capacitação que oferece –, fazendo a diferença na vida de milhares de famílias.

Evolução contínua
Mas, atualmente, a atuação do Senai vai muito além da formação profissional. Atendendo às demandas da indústria e evoluindo com ela, o Senai no Paraná vem se consolidando como provedor de apoio técnico e tecnológico às empresas, além de indutor da inovação no setor industrial.

Para atender às indústrias de diferentes portes e setores, foram implantados sete Institutos Senai de Tecnologia (IST) e dois Institutos Senai de Inovação (ISI). Atuando em rede com os demais institutos de todo o Brasil, o Senai no Paraná possibilita que indústrias de qualquer localidade do Estado tenham acesso a pesquisas, tecnologias e soluções de ponta a partir da unidade mais próxima. Isso para que a indústria paranaense seja cada vez mais produtiva e competitiva.

Hoje, não restam dúvidas que, além de fazer parte da maior rede de educação profissional da América Latina, o Senai no Paraná exerce papel fundamental para a modernização de todo o setor industrial, propondo soluções inovadoras e contribuindo, assim, para o desenvolvimento econômico e social do Estado.

O Senai no Paraná em números:

  • 45 Unidades Operacionais
  • 10 Postos de Atendimento:
    IST em Madeira e Mobiliário – Arapongas
    IST em Meio Ambiente e Química – Curitiba
    IST em Tecnologia da Informação – Londrina
    IST em Metalmecânica – Maringá
    IST em Construção Civil – Ponta Grossa
    IST em Papel e Celulose – Telêmaco Borba
    IST em Alimentos e Refrigeração – Toledo
    ISI em Eletroquímica – Curitiba
    ISI em Engenharia de Estruturas – Maringá
    Observatórios – Curitiba
  • 15 Unidades Móveis
  • 101.696 matrículas em 2017*
  • R$ 150,3 milhões investidos em educação profissional em 2017
  • R$ 33 milhões investidos em tecnologia e inovação em 2017

*Em cursos de Iniciação Profissional, Aprendizagem Industrial, Qualificação Profissional, Técnicos, Aperfeiçoamento Profissional nas modalidades presencial ou a distância.

 

About Author