Karnal participa de comemoração dos 75 anos do Senai no Paraná

Transformação foi o tom da palestra feita pelo filósofo em Curitiba

Nos 75 anos do Senai no Paraná, o historiador Leandro Karnal veio a Curitiba para falar sobre inovação e transformação. Durante a palestra, no Campus da Indústria do Sistema Federação das Indústrias do Paraná, na noite desta quinta-feira (22), Karnal focou na mudança como um fator importante e gerador de conhecimento.

O presidente do Sistema Fiep, Edson Campagnolo, reforçou o posicionamento da entidade aniversariante. “Com o compromisso de atender às necessidades da indústria, o Senai tem investido fortemente na ampliação e atualização de sua estrutura”, destaca. Ele cita como exemplo a implantação dos Institutos Senai de Tecnologia e Inovação, que atendem às indústrias com serviços de consultoria e desenvolvimento de projetos.

Instituição referência em educação profissional, o Senai vem nos últimos anos despontando também como aliado das indústrias nos desafios de modernização tecnológica e de inovação. Karnal frisou a importância de uma instituição que nasceu para formar e, nos últimos anos, passou também  a apoiar as indústrias com novos processos para serem mais competitivas. “Aquilo que deu certo talvez não dê no futuro. O meu esforço é permanente. Tudo muda, tudo flui. Estamos em constante transformação”, disse.

Para ele, uma instituição como o Senai, que resistiu a diversas mudanças no cenário político e econômico, é uma entidade que soube se adaptar. “Nos dias de hoje, a transformação é mais rápida, é mais dinâmica e forte. O mercado não olha para o passado, olha sempre para o agora. Não existe glória passada, o esforço é diário. Quem não concorda com isso não sobrevive”, pondera.  De acordo com ele, ensinar, nos dias de hoje é desafiador. Confira vídeo:

Senai em números

Nos últimos anos, foram implantados no Paraná sete Institutos Senai de Tecnologia (Madeira e Mobiliário; Meio Ambiente e Química; Tecnologia da Informação; Metalmecânica; Construção Civil; Papel e Celulose; e Alimentos e Refrigeração. E dois institutos de Inovação (Eletroquímica e Engenharia de Estruturas).

Com a oferta de cursos de Iniciação Profissional, Aprendizagem Industrial, Qualificação Profissional, Técnicos, Aperfeiçoamento Profissional nas modalidades presencial ou a distância, e também cursos superiores em graduação tecnológica e pós-graduação, o Senai realizou 101.696 matrículas em 2017. No mesmo ano, os investimentos direcionados pela instituição no Estado para educação profissional totalizaram R$ 150 milhões e em tecnologia e inovação foram investidos R$ 33 milhões. O Senai no Paraná conta com 45 unidades operacionais e 10 postos de atendimento, além de 15 unidades móveis.

“Os investimentos em educação e tecnologia, reforçam o propósito de prestar todo o apoio necessário para que nossa indústria se torne cada vez mais competitiva e contribua de fato com o desenvolvimento do Paraná e do Brasil.”, destaca José Antonio Fares, diretor regional do Senai.

About Author