Vendas industriais registram alta de 3,78% no primeiro bimestre no Paraná

 

Vestuário é um dos setores que mostra recuperação (crédito: Gelson Bampi)

As vendas industriais paranaenses registraram uma elevação de 3,78% no primeiro bimestre deste ano em comparação a igual período do ano anterior.  As compras de insumos acumularam alta de 5,83% no período e o emprego também teve uma pequena reação positiva de 0,89%. Os dados são da pesquisa Indicadores Conjunturais da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep). O desempenho positivo sinaliza uma retomada do crescimento, mas segundo os economistas, o caminho para a recuperação plena será longo.

“Apesar do crescimento neste primeiro bimestre, o nível de vendas deste período equivale ao registrado em 2007, ou seja, há um retrocesso de 11 anos em termos de vendas industriais no Paraná”, afirma Marcelo Percicotti, gerente de Economia, Fomento e Desenvolvimento da Fiep. Ele observa que os números da pesquisa confirmam que continua grande a dependência de insumos importados, com alta de 39,08% em relação ao mesmo período do ano passado. Por outro lado, no mesmo período houve uma elevação de 7,40% nas vendas industriais para o exterior.

Ainda segundo o economista, o pequeno aumento de compras de insumos registrado em fevereiro (+0,68%) e a utilização de capacidade instalada que permaneceu igual a de janeiro (69%), indicam claramente que a recuperação será lenta. “Ainda não se percebem sinais mais fortes que indiquem uma aceleração da recuperação industrial”, comenta, acrescentando que “será um longo caminho até se atingir os níveis de produção de 2013”.

O resultado acumulado de janeiro e fevereiro de 2018 em relação ao mesmo período de 2017 mostra que dos 18 gêneros pesquisados, 12 tiveram desempenho positivo e apenas seis negativo. As maiores altas foram registradas em ‘Couro e Calçados’ (+69,37%); ‘Edição e Impressão’ (+47,56%) e ‘Vestuário’ (+25,87%). Os gêneros com maiores quedas foram ‘Borracha e Plásticos’ (-21,77%), ‘Madeira’ (-11,16%) e ‘Material Eletrônico e de Comunicações’ (-9,69%).

Especificamente no mês de fevereiro as vendas industriais apresentaram alta de 10,36% em comparação a janeiro, resultado típico do segundo mês do ano por conta do mês de janeiro ser tradicionalmente de baixa atividade. Os gêneros com maiores altas foram ‘Vestuário’ (+66,18%), ‘Couros e Calçados’ (+41,67%) e ‘Veículos Automotores’ (+38,11%). As maiores quedas foram registradas em ‘Edição e Impressão’ (-12,99%),  ‘Produtos Químicos’ (-7,41%) e ‘Máquinas, Aparelhos e Materiais Elétricos’ (-7,33%).

Emprego – Em relação ao nível de emprego, 13 dos 18 gêneros pesquisados registraram resultados positivos e cinco negativos no mês de fevereiro, resultando em variação positiva de 1,02%. O emprego diretamente ligado à produção subiu +0,92%. O resultado de janeiro e fevereiro de 2018 contra igual período de 2017 apresenta aumento de +0,89% no ‘pessoal empregado total’ e redução de -2,69% no ‘pessoal empregado na produção’. Os principais aumentos em fevereiro se deram em ‘Móveis e Indústrias Diversas’ (+2,28%), ‘Couros e Calçados’ (+1,52%), e em ‘Alimentos e Bebidas’ (+1,51%). As maiores quedas se deram nos gêneros ‘Petróleo e Álcool’ (-0,43%),  ‘Vestuário’ (-0,38%) e ‘Têxteis’ (-0,25%).

Janeiro e fevereiro de 2018 versus janeiro e fevereiro de 2017 mostra oito gêneros positivos e outros oito negativos. Os maiores aumentos foram  registrados em ‘Couros e Calçados’ (+19,59%), ‘Veículos Automotores’ (+12,39%) e ‘Produtos Químicos’ (+8,99%). Os gêneros com maiores quedas foram ‘Madeira’ (-12,25%), ‘Máquinas, Aparelhos e Materiais Elétricos’ (-4,62%) e ‘Borracha e Plásticos’ (-2,87%). A massa salarial líquida apresentou, em fevereiro ante janeiro, aumento de 6,26% em decorrência do aumento de emprego; as horas trabalhadas diminuíram 2,71% por conta da menor quantidade de dias úteis em fevereiro; e a utilização da capacidade instalada manteve-se constante em 69%. Este nível de utilização de capacidade é um ponto percentual superior ao registrado em fevereiro de 2017.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

About Author