Festividade na região Noroeste encerra primeira etapa da Semana da Indústria 2018

Na solenidade em Umuarama, nesta sexta (11), novamente o Sistema Fiep homenageou empresários e empresas que contribuem para o crescimento do setor

O presidente do Sistema Fiep destacou o espírito de otimismo demonstrado pelos empresários durante a Semana da Indústria (Fotos: Gelson Bampi)

Uma solenidade em Umuarama, na noite desta sexta-feira (11), reunindo lideranças da região Noroeste, encerrou a primeira etapa da Semana da Indústria 2018. A exemplo do que já havia ocorrido nas outras três regiões pelas quais a programação passou desde segunda-feira (7), o Sistema Fiep prestou homenagens a empresários e empresas que se destacam por sua contribuição para o crescimento do setor no Paraná. O industrial Gastão de Souza Mesquita e a indústria Hellen Estofados e Colchões receberam a medalha do Mérito Industrial. Já José Angelo, falecido em 2011, teve sua trajetória empresarial reconhecida com o título de Benemérito da Indústria.

Confira mais fotos da solenidade

O presidente do Sistema Fiep, Edson Campagnolo, destacou o espírito otimista que os industriais paranaenses vêm demonstrando durante as festividades da Semana da Indústria. “Surpreendentemente, percebi um clima de ânimo, um espírito totalmente diferente do que via de 2014 para cá, quando o ânimo estava muito para baixo”, disse. “O que deu para perceber é que as pessoas estão na expectativa, porque é um ano de eleições, e elas têm a esperança de que, passado isso, 2019 vai ser o ano da verdadeira retomada do crescimento”, completou.

Campagnolo também ressaltou o entusiasmo com que os empresários homenageados nas solenidades recebem o reconhecimento do Sistema Fiep. “Encerrando esta etapa aqui em Umuarama, a gente percebe a receptividade, novamente com empreendedores de sucesso sendo reconhecidos, mostrando à sociedade que esse país tem que ser bem conduzido e todos nós temos a responsabilidade de fazer isso”, declarou.

Além de Umuarama, as atividades da Semana da Indústria 2018, nesta primeira etapa, passaram pelas cidades de Ponta Grossa, nos Campos Gerais; Francisco Beltrão, no Sudoeste; e Marechal Cândido Rondon, no Oeste. Na sequência, a programação passa ainda por Londrina, no Norte, dia 18, e será encerrada no dia 21, em Curitiba.

Campagnolo e os homenageados da região Noroeste

Homenageados
Na região Noroeste, a medalha do Mérito Industrial foi entregue à Hellen Estofados e Colchões. A homenagem foi recebida pelos diretores da empresa Davi Dias Bicaio, Ismael Palma Bicaio e Artur Dias Bicaio. Uma das maiores indústrias do segmento no país, a Hellen é considerada referência em inovação e qualidade. No mercado há mais de 30 anos, não deixa de inovar em seu processo fabril e na forma de apresentar seus produtos ao mercado. A marca atende as principais redes varejistas do Brasil e, em 2013, deu início ao projeto de exportação.

Agradeço todas as pessoas que contribuíram para que isso acontecesse”, afirmou Ismael ao receber a medalha. “Passamos por turbulências no mercado moveleiro, mas nós empresários não afrouxamos nossas mãos. Dias melhores virão e vamos fazer nosso papel de empresários, de gerar empregos e contribuir para fazer bem a todos”, acrescentou.

Quem também recebeu a medalha do Mérito Industrial foi Gastão de Souza Mesquita, diretor-presidente da Companhia Melhoramentos Norte do Paraná. O estilo simples, a extrema valorização do capital humano, o constante controle de custos e a cautela nos projetos de expansão e na condução dos negócios são as marcas de Mesquita. Essas características têm sido essenciais para o crescimento sustentável da Companhia Melhoramentos, que atua na produção de etanol. Ao completar 90 anos de fundação, foi eleita a melhor empresa do setor de Açúcar e Álcool pelo jornal Valor Econômico, em seu anuário Valor 1000 – edição 2015.

Mesquita fez questão de compartilhar a homenagem com o pai e o avô, que o antecederam na condução dos negócios. Também dedicou a medalha a todos os colaboradores da companhia. “Trabalhamos todos esses anos para manter nossa empresa competitiva e eficiente nos processos industriais e agrícolas. Seria injusto não dividir com todos esses que se dedicaram e me ajudaram”, afirmou.

Já os familiares do industrial José Angelo receberam o título de Benemérito da Indústria. Órfão ainda criança, ele não teve muito acesso ao estudo. Mesmo assim, nunca desistiu dos seus sonhos e se empenhou para realizá-los. Fundou a Oficina Brasil, em 1964, em Umuarama, com apenas um torno e uma máquina de solda. Aos poucos, a empresa cresceu e se diversificou. Em 1987, passou a fabricar peças e máquinas. Assim, a pequena oficina se transformou na Indústria Mecânica Angelo Ltda. Sempre à frente do empreendimento, José Angelo tornou-se empresário de destaque na região, com uma importante atuação social. Faleceu em novembro de 2011.

João Luiz Angelo, filho do homenageado que discursou em nome da família, destacou a perseverança do pai na gestão dos negócios. “Era bastante corajoso ao enfrentar os obstáculos, nunca se deixava ser vencido pelas dificuldades”, declarou. “Ele sempre precisou formar mão de obra para a empresa e deixou esse legado. A escolha como benemérito nasce do profundo reconhecimento do meio empresarial pela pessoa competente e carismática que foi”, completou.

About Author