Com presença de cônsul, Expo Paraguai Brasil é lançada no Campus da Indústria

O lançamento aconteceu durante o Seminário Bilateral de Comércio Exterior e Investimento Paraguai-Paraná, promovido pelo Sistema Fiep

Com a presença do cônsul-geral do Paraguai em Curitiba, foi lançada, no Campus da Indústria, a Expo Paraguai Brasil, maior feira multissetorial, que promove o intercâmbio comercial entre os dois países. O lançamento aconteceu durante o Seminário Bilateral de Comércio Exterior e Investimento Paraguai-Paraná, promovido pelo Sistema Fiep, por meio do Centro Internacional de Negócios (CIN). A ocasião também contou com palestras direcionadas a empresários que pretendem investir no país vizinho.

Durante a abertura, o vice-presidente da Fiep, Paulo Pupo, que coordena o Conselho Temático de Negócios Internacionais da entidade, destacou as oportunidades existentes para ampliação das transações comerciais entre Paraná e Paraguai. “Temos um potencial muito grande de crescimento em nossa balança comercial, principalmente no que se refere a produtos manufaturados”, disse. Para ele, o ambiente de negócios criado no país vizinho deveria servir de exemplo para o Brasil. “Quando olhamos para o dever de casa que nosso governo precisaria fazer, vemos que o Paraguai já fez, o que tem atraído muitos investimentos”, declarou.

Pupo ressaltou, ainda, que a negociação direta entre empresas paranaenses e paraguaias, como possibilitado pelo seminário, pode ser muito mais eficiente do que grandes negociações em bloco, como a que vem ocorrendo entre Mercosul e União Europeia. “As negociações em bloco são cada vez mais difíceis, por isso a integração entre Paraná e Paraguai têm maiores chances de sucesso. A balança comercial é feita de acordos bilaterais e negociações diretas, e é isso que estamos proporcionando aqui”, afirmou.

O cônsul-geral do Paraguai em Curitiba, Salvador Meden Peláez, ressaltou que, apesar de estar atraindo cada vez mais empresas brasileiras, seu país não tem o objetivo de, eventualmente, tirar investimentos do Paraná. “O Paraguai está fazendo um bom trabalho em relação ao seu ambiente de negócios, mas não quer concorrer com o Paraná. O que queremos é uma integração de nossas cadeias produtivas”, disse.

Soluções para internacionalização

 As palestras esclareceram dúvidas sobre investimentos em países estrangeiros, trazendo soluções para indústrias paranaenses. Entre os temas abordados estavam “Oportunidades para empresas brasileiras”, apresentado pelo diretor de investimentos Rediex, Carlos Paredes. “Perfil econômico e industrial do Paraná”, com o gerente executivo de Assuntos Internacionais, Reinaldo Tockus, “Comércio Internacional, a relação entre Paraná e Paraguai”, com o chefe comercial da embaixada do Brasil no Paraguai, Luis Felipe Schmidt, e “Apresentação da Câmara de Comércio”, com o vice-presidente da Câmara de Comércio Paraguai – Brasil, Julio Dantas. Um encontro de negócios marcou o encerramento do evento.