Sistema Fiep lança Programa de Desenvolvimento para Executivos Sindicais

 Iniciativa inédita visa sustentabilidade sindical

O Sistema Fiep lançou, no dia 11 de julho, o Programa de Desenvolvimento para Executivos Sindicais. É o primeiro curso do Brasil lançado por uma federação de indústria, desenvolvido exclusivamente para gestores de sindicatos industriais. A proposta é capacitar os executivos para que profissionalizem o atendimento e renovem a gestão sindical.

Rommel Barion, presidente do Sincabima acredita que “a iniciativa é importantíssima para o setor. É uma demanda que estava oculta com a reforma trabalhista. Com a queda da contribuição sindical, os sindicatos terão de prestar serviços para se sustentar”.

A primeira turma tem 25 alunos de todo o Estado. Com duração de três meses e 64 horas/aulas presenciais, o curso acaba em setembro, quando os executivos devem apresentar trabalho de conclusão desenvolvido com foco na sustentabilidade sindical.

“O sindicato é uma empresa e precisa funcionar como uma, logo, tem de gerar resultados. Minha expectativa com o programa está em cima disso”, comenta Edson Daniel Lima Brostt, do Sinditêxtil-Pr, que está participando do programa. Aline Stocco, do Sindimetal Maringá, também faz parte da primeira turma e, para ela, o compartilhamento de informações é importante para o momento que o setor está passando. “Acho que o principal objetivo é o compartilhamento de ideias, as experiências de cada um. A programação está muito boa e, com certeza, vamos levar muito conhecimento para a nossa base e para os empresários sindicalizados”, afirma.

Os módulos do programa trabalham temas como relacionamento interpessoal, autoconhecimento, gestão estratégica e de projetos, marketing, inovação, internacionalização, compliance e ética. Também estão inclusas as práticas comuns a entidades sindicais, como negociação coletiva, relações do trabalho, sustentabilidade financeira e documentação.

A certificação será pela Escola de Gestão das Faculdades da Indústria IEL e a previsão é de abrir novas turmas no próximo ano, para que executivos dos 108 sindicatos filiados à Fiep passem pela formação.

 

 

 

About Author