Coluna > Coluna semanal

A construção de uma nova realidade

Sistema Fiep oferece serviços diferenciados e específicos para a área da Construção Civil, como o BIM (Building Information Modeling)

Uma pesquisa sobre o desempenho da Indústria da Construção do Paraná, referente aos quatro primeiros meses de 2018, revelou que houve queda no “Nível de produção” do setor, no comparativo entre abril e março. Em outro ponto da pesquisa, referente ao número de empregados, também houve desempenho negativo na comparação entre os mesmos meses. Mas há otimismo nesse setor, quando o estudo aponta projeções – os indicadores de atividade futura apresentaram resultados positivos, sobretudo nos itens “Nível de atividade para os próximos seis meses”, “Novos empreendimentos e serviços” e “Perspectivas para os próximos seis meses quanto ao número de empregados”. O estudo é desenvolvido pelo Sistema Fiep e tem como objetivo mapear como está a confiança e a sustentabilidade deste segmento industrial.

Para incentivar o crescimento e a competitividade da Construção Civil, o Sistema Fiep pesquisa permanentemente soluções e oferece serviços diferenciados e específicos para a área, por meio de seu Instituto Senai de Tecnologia (IST) em Construção Civil. O Instituto desenvolve soluções tecnológicas sustentáveis, e desenvolve e avalia a eficiência técnica e econômica de novos materiais e tecnologias aplicadas nas edificações, assegurando a qualidade e a segurança dos sistemas construtivos. Uma das mais novas soluções ofertadas pelo IST em Construção Civil é o BIM.

O conceito deve oferecer em pouco tempo um grande avanço tecnológico para a Construção Civil tradicional. Sigla em inglês para Building Information Modeling (ou Modelagem de Informações da Construção), o BIM é uma técnica que possibilita a criação de modelos virtuais em 3D e que organiza as informações referentes às obras de maneira automatizada e precisa, viabilizando controle e gestão mais eficientes do que as plataformas usadas até hoje.

O sistema construtivo reversível surgiu com o objetivo de possibilitar obras de forma escalonada, mas personalizadas, para atender a públicos de diversos padrões e segmentos, e diversos tipos de edificações.

O BIM tem inúmeras vantagens, como a reversibilidade e a sustentabilidade. A conectividade e a industrialização do processo, pensadas desde a estrutura até sua execução são diferenciais importantes da técnica.

Por integrar vários projetos numa única plataforma, o BIM possibilita tomadas de decisões mais precisas. Com isso, reduz-se o desperdício desde a concepção da obra até a operação, aumentando a produtividade durante a execução e, consequentemente, minimizando custos.

O Sistema Fiep, por meio de seu IST em Construção Civil, oferece a solução completa para a implantação do BIM. Os serviços incluem modelagem, compatibilização, quantificação e orçamento de projetos, estudo de modelos com simulações para tomadas de decisões e redução de custos e as consultorias, que estão divididas em três níveis: Programa AceleraBIM, que, por meio de um projeto piloto na própria empresa participante, desenvolve o modelo 3D completo e capacita a equipe a operá-lo e analisá-lo; Programa AceleraBIM 2 (4D e 5D), que tem por objetivo oferecer para as incorporadoras e construtoras experiências avançadas em BIM para demonstrar ganhos maiores decorrentes do uso do processo, como realização de simulações para atingimentos de meta de custo ou de prazo de obra; e Programa AceleraBIM avançado. Completo, considera-se pelo menos um ano de assessoria, para ser possível englobar um projeto desde a viabilidade até o executivo, com carga horária de até 40 horas/mês.

Com novas propostas e abordagens, o Sistema Fiep está trabalhando na construção de uma nova realidade para este setor industrial, com mais tecnologia e menos desperdício.

About Author