Senai no Paraná abre 1200 vagas em cursos técnicos semipresenciais

Cursos são oferecidos em todo Paraná e início das aulas está programado para começo de outubro

Com a proposta de maior flexibilidade de horários e formações específicas para profissões técnicas, o Sistema Fiep, por meio do Senai no Paraná, está com mais de 1200 vagas disponíveis para cursos técnicos semipresenciais. Nesse modelo de qualificação, 80% das aulas são online e 20% são práticas, sendo ministradas a cada 15 dias em laboratórios do Senai. São sete cursos disponíveis, em 16 cidades do Paraná. Inscrições podem ser feitas até 4 de outubro e mais informações estão no site www.sistemafiep.org.br/cursos-tecnicos

Os cursos semipresenciais têm chamado a atenção de quem busca uma nova formação ou a reinserção no mercado de trabalho. De acordo com o estudo do Senai (DN), 70% das pessoas que fazem algum curso técnico já conseguem voltar para o mercado de trabalho logo após o término do curso. A gerente de Educação Profissional do Sistema Fiep, Vanessa Sorda Frason, comenta que a modalidade vem para facilitar a vida dos interessados. “Os cursos técnicos são uma grande oportunidade de entrada no mercado de trabalho e o formato semipresencial alia a flexibilidade com a qualidade de uma formação que está focada em atividades práticas voltadas para o mercado de trabalho”, destaca.

Entre as opções de cursos estão Técnico em Alimentos (Londrina e Toledo), Automação Industrial (Curitiba – CIC, Maringá, Francisco Beltrão, Londrina, Ponta Grossa, Santo Antônio da Platina, Telêmaco Borba, Toledo e Umuarama), Edificações (Curitiba – Campus da Indústria, Maringá e Umuarama), Eletromecânica (Apucarana, Curitiba – CIC, Maringá, Londrina, Palmas, Pato Branco, Ponta Grossa, Santo Antônio da Platina, São José dos Pinhais), Manutenção Automotiva (Curitiba – Boquirão, Cascavel, Londrina e Ponta Grossa), Mecânica (Araucária, Curitiba – CIC, Pinhais e São José dos Pinhais – Afonso Pena) e Mecatrônica (Curitiba – CIC e Maringá). Todos pensados para atender demandas das indústrias de cada região. Os cursos são rápidos, de no máximo, dois anos, e o pré-requisito para inscrição é a escolaridade – é necessário ter concluído ou estar cursando o ensino médio.

Como funciona

O aluno realiza a maior parte do curso a distância, com aulas pela internet, e a cada 15 dias tem aulas práticas em sala de aula, em uma das unidades pólo. Pelo fato de as aulas teóricas serem pela internet, o aluno recebe um login e uma senha para acesso a todas as aulas online, com os conteúdos e as atividades que deverá desenvolver ao longo do curso.

Dependendo do curso escolhido, a duração pode ser de um ano e meio a dois anos. Ao final, tanto no presencial, quanto no semipresencial, a formação do Senai capacita tecnicamente o aluno para atuar no mercado de trabalho. Para realizar a matrícula, interessados devem apresentar a documentação necessária na unidade onde serão realizadas as aulas presenciais. O edital com a lista de documentos para inscrição, bem como outras informações, está disponível no site www.sistemafiep.org.br/cursos-tecnicos.

SOBRE O SISTEMA FIEP

O Sistema Fiep é composto pela Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), Serviço Social da Indústria (Sesi), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e Instituto Euvaldo Lodi (IEL). As instituições trabalham integradas em prol do desenvolvimento industrial. Com linhas de atuação complementares, realizam a interlocução com instâncias do poder público, estimulam o fomento de negócios nacionais e internacionais, a competitividade, a inovação, a tecnologia e a adoção de práticas sustentáveis, e oferecem serviços voltados à segurança e saúde dos trabalhadores, à educação básica de crianças, jovens e adultos, à formação e aperfeiçoamento profissional, à formação de nível superior, além de capacitação executiva. Sistema Fiep: nosso i é de indústria.