Coluna > Coluna semanal

Internacionalizar para crescer

Sistema Fiep atua de forma estratégica, identificando oportunidades de negócios que promovem a diversificação e expansão das empresas paranaenses

Um dos principais caminhos para uma indústria crescer e se tornar mais competitiva é a internacionalização, com a busca por novos mercados para seus produtos ou parcerias com empresas estrangeiras. Como é preciso preparo para se lançar no comércio exterior, as indústrias do país contam com o apoio da Rede Brasileira de Centros Internacionais de Negócios, que está completando 20 anos.

Coordenada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), está presente nas 27 federações de indústria dos estados e do Distrito Federal. Sempre trabalhando pela internacionalização das indústrias brasileiras, fornece conhecimento, capacitações e condições desejáveis para a inserção segura e bem-sucedida em mercados globais cada vez mais competitivos. Profissionais qualificados e com experiência em comércio exterior assessoram as organizações, que racionalizam seu processo de internacionalização, conhecendo melhor suas reais oportunidades de negócios nos mais diferentes mercados globais.

Expansão paranaense
Por meio de seu Centro Internacional de Negócios (CIN-PR), o Sistema Fiep atua de forma estratégica, identificando oportunidades de negócios que promovem a diversificação e expansão das empresas paranaenses, criando cenários favoráveis a investimentos estrangeiros. Visando aumentar a produtividade e proporcionar mais competitividade às empresas, o CIN-PR facilita o acesso a outros mercados, presta o suporte necessário aos investidores e atrai capital com eficiência.

Cerca de 900 empresas são atendidas anualmente pelo CIN-PR, utilizando o extenso portfólio de recursos e serviços planejado para atender empresas de diferentes maturidades em comércio exterior, seja auxiliando o empresário da indústria a ser competitivo no Brasil e fora dele, a exportar e a conquistar novos mercados e parceiros econômicos, ou promovendo e consolidando empresas do estado no âmbito internacional. Conheça alguns deles:

  • Documentos para exportação
    Emissão de documentos que facilitam o comércio exterior, como o Certificado de Origem, que aumenta a competitividade da venda, e o ATA Carnet, que permite exportar bens temporariamente sem pagar impostos.
  • Prospecção de mercado
    Pesquisas feitas no mercado-alvo trazem informações estratégicas para definir o processo de internacionalização de uma empresa, para fins comerciais, adequação de produto ou busca por investidor.
  • Promoção de negócios
    Missões empresariais para feiras internacionais e encontros de negócios possibilitam o contato com o mercado externo, estimulando as exportações e promovendo a internacionalização da empresa.
  • Apoio ao investidor
    Serviços ofertados aos investidores estrangeiros, desde dados econômicos e setoriais até suporte na identificação de oportunidades para viabilizar o estabelecimento de negócios e parcerias no Paraná.

Conhecimento e networking
Nesta quarta-feira (28), o CIN-PR promove o V Seminário “O Comércio Exterior e a Indústria”, no Campus da Indústria do Sistema Fiep, em Curitiba. Gratuito e com vagas limitadas, trará painéis que abordam desde as perspectivas e oportunidades de negócios com o Reino Unido, as possibilidades de cooperação com a nova Rota da Seda chinesa, até a defesa comercial do exportador brasileiro no exterior e negociações internacionais de serviços. Uma excelente oportunidade para atualização e networking para a competitividade dos negócios.

Para saber mais sobre o CIN-PR e o seminário “O Comércio Exterior e a Indústria” acesse fiepr.org.br/cinpr.

About Author