Senai ofertará curso técnico bilíngue com foco em indústria 4.0

Aulas começam em fevereiro do próximo ano nas unidades localizadas em Curitiba, Londrina, Maringá e Ponta Grossa; já é possível se matricular

Aumento da produtividade, redução de paradas na produção, melhores condições de trabalho. Esses são alguns dos benefícios da Indústria 4.0, que prevê um nível menor de intervenção de pessoas no processo fabril e profissionais mais qualificados. Mas, para isso, é necessário criar softwares e novas tecnologias. Aqui entra o papel do profissional de desenvolvimento de sistemas, que precisa inovar e buscar novos conhecimentos para se adaptar a este cenário. A partir do próximo ano, o Sistema Fiep, por meio do Senai no Paraná, ofertará o curso técnico Tech IT, com foco na indústria 4.0 e módulos em português e inglês.

O curso será ofertado no modelo semipresencial em Curitiba, Maringá, Londrina e Ponta Grossa. Na grade curricular, estão matérias como Fundamentos da Eletroeletrônica Aplicada e Internet de Todas as Coisas.

Futuro do profissional

De acordo com Sandra Brasil, coordenadora de Educação do Sistema Fiep, o ensino bilíngue no curso técnico tem como objetivo não só atender à Indústria 4.0, mas formar profissionais com uma base sólida para ser desenvolvedor de sistemas em diversas áreas com ênfase em soluções tecnológicas. “O papel do curso será formar técnicos com soft skills, que são competências comportamentais, e conhecimentos práticos em internet das coisas, big data, cibersegurança, liderança, colaboração e criatividade”, explica.

Uma pesquisa realizada pelo site de busca de empregos Catho mostra que apenas 5% da população brasileira fala um segundo idioma e menos de 3% tem fluência em inglês. Justamente por isso, é importante incentivar os jovens a aprender uma segunda língua. De acordo com a mesma pesquisa, além de todo o conhecimento e cultura que se adquire ao saber outro idioma, quem fala outra língua tem 52% de chances de receber um salário mais alto. “Neste cenário da indústria 4.0, quem fizer primeiro sairá na frente e terá destaque no mercado. Daí a importância deste curso bilíngue, que também terá um olhar voltado para o internacional”, ressalta Daniel Gustavo Hella, Analista de Projetos do Sistema Fiep.