Coluna > Coluna semanal

Um ano de mudanças nos rumos do Brasil

Presidente do Sistema Fiep fala sobre as expectativas da indústria paranaense para 2019

Poucas vezes em sua história recente o Brasil viveu um momento tão propício à mudança como o atual. Depois do recado claro dado pelos eleitores nas urnas, mostrando que querem uma nova forma de condução do país, abriu-se uma janela de oportunidade para que sejam adotadas medidas que nos coloquem novamente na rota do desenvolvimento econômico e social.

Para a indústria paranaense, essa perspectiva de melhora no cenário econômico é motivo de aumento do otimismo. A 23ª edição da Sondagem Industrial, pesquisa divulgada pela Fiep na semana que passou, mostra que nada menos do que 81% dos empresários do setor têm expectativas favoráveis para seus negócios no próximo ano. É o melhor resultado desde 2013, pouco antes de o país mergulhar em uma profunda recessão. Outro dado relevante: apenas 0,8% dos mais de 620 entrevistados dizem esperar resultados piores em 2019 – o menor índice de pessimismo de toda a série histórica, iniciada em 1996.

É preciso, agora, que essa expectativa favorável se transforme, efetivamente, na retomada dos investimentos e da geração de empregos. Para isso, é fundamental que, logo no início de 2019, sejam colocadas em pauta e aprovadas algumas das reformas essenciais de que o Brasil tanto necessita para melhorar seu ambiente de negócios. Entre elas, a da Previdência, essencial para equilibrar as contas públicas, e a Tributária, que resultará em aumento da competitividade do setor produtivo e estímulo para toda a economia.

O governo eleito, que assume o Palácio do Planalto a partir de 1º de janeiro, já deu sinais de que está disposto a encarar esse desafio. Cabe a todos os empresários e a toda a sociedade, independente de corrente ideológica, cobrar do Congresso Nacional a responsabilidade pela aprovação dessas e de outras medidas. O mesmo vale para nosso Estado, onde também iniciaremos um novo ciclo político, com oportunidades para implantar outro modelo de gestão pública.

Mais do que uma chance de mudanças políticas, toda a sociedade brasileira deve aproveitar esse novo momento do país para repensar também suas atitudes. Cada um de nós, enquanto cidadãos, também deve resgatar uma série de ações simples, mas que parecem em falta nos últimos tempos. Respeitar o próximo, com educação e empatia, em nossa casa, trabalho ou qualquer outro espaço, é um primeiro passo fundamental. É com esse espírito, pensando sempre no bem coletivo, que precisamos entrar em 2019.

Que neste período de confraternizações pelo fim de mais um ano e de celebração do Natal, possamos refletir sobre tudo isso – sempre lembrando dos ensinamentos do personagem principal dessa festa. E que nos inspiraremos para contribuir com a transformação pela qual nosso país precisa passar para se tornar uma nação próspera e desenvolvida.

Edson Campagnolo
Presidente da Federação das Indústrias do Paraná

Expectativas para 2019
Confira alguns dos resultados da Sondagem Industrial, pesquisa realizada pela Fiep para medir as perspectivas dos empresários paranaenses para o próximo ano:

  • 81% têm expectativas favoráveis
  • 37% apostam em aumento das vendas
  • 35% farão novos investimentos
  • 27% acreditam em aumento do emprego
  • 35% dos investimentos será para aumento da produtividade
  • 46% apontam a carga tributária elevada como maior dificuldade

Para conhecer todos os dados da pesquisa, clique aqui.

About Author