Presidente do Sistema Fiep participa de evento que apresenta Paraná a investidores

Edson Campagnolo foi um dos convidados do Paraná Day, promovido pela XP Investimentos, que teve ainda a participação do governador Ratinho Júnior

O presidente do Sistema Fiep, Edson Campagnolo, conversa com o governador Ratinho Júnior e o diretor institucional da XP Investimentos, Rafael Furlanetti (Foto: Gelson Bampi)

O presidente do Sistema Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), Edson Campagnolo, participou nesta terça-feira (5), em Curitiba, do primeiro Paraná Day. Promovido pela XP Investimentos, o evento tem o objetivo de reunir empresários, investidores e gestores públicos, mostrando o potencial do Estado para a realização de negócios.

Para Campagnolo, a participação do governador Ratinho Júnior e outros representantes da administração estadual no evento é mais um sinal de que a atual gestão pretende criar um ambiente mais favorável aos investimentos privados. “Ficou claro que o Paraná tem importantes ativos para possibilitar que novos investimentos efetivamente aconteçam aqui”, disse. “Entre esses ativos está toda a expertise e a estrutura do Sistema Fiep, que sempre estão à disposição para contribuir para o desenvolvimento do Paraná, seja na capacitação de mão de obra, no incentivo à inovação ou colaborando com os projetos prioritários para a infraestrutura do Estado”, completou.

Já o governador destacou que o Paraná Day é uma importante oportunidade que para apresentar o Estado a empresários que estão em busca de investimentos no Brasil. “Queremos demonstrar que o Paraná é a melhor região para investimentos, devido a suas qualidades. Temos um povo muito trabalhador e uma mão de obra qualificada, estamos geograficamente muito bem posicionados na América do Sul, e isso colabora muito para que o empresário invista e tenha retorno”, declarou.

Durante o evento, Ratinho Júnior sancionou a nova lei do Programa de Parcerias do Paraná, que estabelece normas para os contratos de concessão e institui um fundo para o desenvolvimento de projetos de infraestrutura. Segundo o governador, trata-se da lei mais moderna do país na área de concessões e privatizações. “Hoje, o mercado mundial busca boas parcerias público-privadas, concessões e investimentos em infraestrutura. A ideia é ter uma lei que dê segurança ao investidor, que defenda os interesses do setor público e do cidadão, mas que acima de tudo dê agilidade para que tudo isso aconteça”, justificou.

About Author