Nova unidade do Sistema Fiep oferece minicursos gratuitos focados na indústria 4.0

A partir do mês de fevereiro os interessados podem fazer cursos com duração de até quatro horas para conhecer o portfólio e metodologia diferenciada na nova Unidade que fica no centro de Curitiba

Quem tem interesse em desenvolver novas habilidades alinhadas às demandas atuais de mercado, agora pode realizar minicursos gratuitos, para conhecer o portfólio e metodologia do Senai no Paraná. Durante o mês de fevereiro, três cursos estarão abertos para a comunidade na nova unidade Paula Gomes – Centro de Educação Profissional Dr. Celso Charuri, em Curitiba. “A unidade integra as competências do século XXI com as áreas de tecnologia da informação, automação industrial e mecatrônica. Temos como objetivo formar profissionais com uma base sólida para ser protagonista em diversas áreas com ênfase em soluções tecnológicas”, explica Berenice Happel Cavalheiro, gerente da unidade.

Os cursos gratuitos disponíveis são: Criando com Arduino, Programando com Lego e Experimentando a Manufatura Aditiva. O interessado pode entrar em contato com o Senai pelo e-mail atendimento.paulagomes@sistemafiep.org.br ou pelo WhatsApp: 41-98729-5409. Quem não tiver disponibilidade para realizar os cursos em fevereiro, tem a oportunidade de fazer durante o resto do ano nas sextas-feiras, das 13h30 às 17h30.

Os alunos que gostarem da área escolhida poderão dar continuidade nos estudos e se matricular nos cursos de iniciação profissional, educação continuada, curso técnico, aperfeiçoamento profissional e extensão, que tem cerca de 40 horas e começam em março. São mais de 30 opções disponíveis, como Improving Apple Experience, Explorando a programação com Apple, Desmistificando a lógica da programação e Desenvolvimento de Sistemas (Tech IT).

Trilhas de Aprendizagem

A unidade Paula Gomes – Centro de Educação Profissional Dr. Celso Charuri trabalhará com base em três Trilhas de aprendizagem que articulam e complementam o conhecimento de maneira intencional a cada curso oferecido: Trilha da Programação, Inventores Conectados e Aprendendo com A Indústria. “Cada trilha foi elaborada considerando a diversidade de métodos e linguagens disponíveis nas áreas propostas, ampliando o leque de oportunidades para nossos alunos, onde propomos níveis de complexidade dos saberes e das vivências, por meio da interação entre o conhecimento, a tecnologia e a cultura maker. Os cursos podem ser realizados de maneira sequencial ou independentes”, comenta Berenice.

Para 2020, está previsto a implementação do ensino médio, técnico, graduação e pós-graduação, além de cursos de extensão, qualificação, iniciação e aperfeiçoamento profissional e educação continuada, todas as ofertas estarão alinhadas com o posicionamento tecnológico da nova unidade.

Tech IT

Uma das novidades desta unidade é o curso técnico em Desenvolvimento de Sistemas (Tech IT), com foco em novas tecnologias.De acordo com Giovana Punhagui, Gerente Executiva de Educação do Sistema Fiep, o ensino bilíngue no curso técnico tem como objetivo atender a indústria 4.0, que prevê um maior envolvimento no desenvolvimento de softwares e tecnologia. “O profissional do curso Tech IT será um desenvolvedor de soluções tecnológicas, que além de ter algumas competências profissionais e soft skills desenvolvidas para sua formação, terá formação em internet das coisas, big data, cibersegurança, liderança, colaboração e criatividade”, explica.

Unidade Paula Gomes

Em uma área de 6.963,63 m² e treze salas de aula, a unidade conta com um laboratório de automação industrial com prática virtualizada; cinco laboratórios de tecnologia da informação, onde um deles conta com a tecnologia da Apple, além de um centro cultural com galeria de artes e teatro. A unidade Paula Gomes também tem o selo LEED Platinum, uma certificação para construções sustentáveis. O prédio foi doado ao Sistema Fiep pelo Pró Vida e leva o nome do fundador da instituição.

Estrutura
  •  Área de 6.963,63 m²
  • 13 salas de aula
  • O prédio tem o selo LEED platinum (LEED é uma certificação para construções sustentáveis, concebida e concedida pela Organização não governamental-ONG americana U.S. Green Building Council, de acordo com os critérios de racionalização de recursos atendidos por um edifício).
  • Laboratório de automação industrial com prática industrial virtualizada
  • Cinco laboratórios de tecnologia da informação, dentre eles 2 são móveis e 1 com equipamentos Apple
  • Centro cultural (galeria de artes, espaço multi artes e teatro com 115 lugares)
  • A partir do segundo semestre teremos também restaurante e cafeteria
  • Estacionamento coberto para 70 vagas

About Author