Campagnolo participa da posse do novo diretor-geral de Itaipu

Solenidade em Foz do Iguaçu contou com a presença dos presidentes do Brasil, Jair Bolsonaro, e do Paraguai, Mario Abdo

O general Joaquim Silva e Luna, novo diretor-geral brasileiro da Itaipu (Foto: Alan Santos/PR)

O presidente do Sistema Fiep, Edson Campagnolo, participou, nesta terça-feira, em Foz do Iguaçu, da solenidade de transmissão do cargo de diretor-geral brasileiro da Itaipu Nacional. Na cerimônia – que contou com a presença dos presidentes do Brasil, Jair Bolsonaro, e do Paraguai, Mario Abdo – o general Joaquim Silva e Luna assumiu a função, em substituição a Marcos Stamm. Já o almirante Anatalício Risden Júnior foi empossado como diretor financeiro executivo da empresa.

Campagnolo desejou pleno sucesso ao general e colocou o Sistema Fiep à disposição para dar sequência a diversas parcerias que a instituição mantém com Itaipu. Além disso, agradeceu a Stamm por seu trabalho. “Ele deixa o cargo com sentimento de dever cumprido, e o setor produtivo agradece por todo seu empenho em promover ações em prol do desenvolvimento do Paraná”, disse. O presidente do Sistema Fiep também destacou que Stamm deixa como de um de seus principais legados o projeto de construção de uma nova ponte na fronteira com o Paraguai, que será bancado pela Itaipu.

Ao tomar posse, o general Silva e Luna agradeceu a missão dada pelo presidente Jair Bolsonaro e prometeu austeridade na gestão da hidrelétrica, além de foco na geração de energia e no bom relacionamento com o Paraguai. “As novas tecnologias avançam, e o modelo do setor energético busca novas alternativas que permitam inovação tecnológica para produção de energia com segurança, menor custo operacional e tarifas mais baixas. Estaremos buscando isso e a austeridade de todos os gastos”, disse.

Bolsonaro, por sua vez, destacou a importância estratégica da Itaipu Binacional para os dois países e a disposição de trabalhar em uma agenda comum com o Paraguai, não só em energia, mas na construção de duas novas pontes entre os dois países e em ações de segurança pública. Antes da cerimônia, ele se encontrou com o presidente paraguaio, Mario Abdo, que também participou da cerimônia em Itaipu. Em discurso, Abdo desejou uma gestão bem-sucedida a Silva e Luna e ressaltou que as relações entre o Paraguai e o Brasil devem ser apoiadas por valores e princípios, e não por interesses.

Com informações da Agência Brasil

About Author