Sistema Fiep lamenta falecimento de seu ex-presidente Mário De Mari

Industrial, que comandou a entidade entre 1968 e 1974, faleceu nesta quarta-feira (27), aos 96 anos

Em sua gestão, Mário De Mari contribuiu para a expansão da estrutura do Sistema Fiep em todo o Paraná (Foto: Mauro Frasson)

O Sistema Federação das Indústrias do Paraná (Fiep) lamenta profundamente o falecimento, nesta quarta-feira (27), de seu ex-presidente Mário De Mari, aos 96 anos. Engenheiro e industrial do setor da construção civil, ele comandou o Sistema Fiep entre 1968 e 1974, deixando um importante legado para a consolidação e expansão da estrutura da entidade em todo o Estado.

“Mário De Mari foi uma legítima liderança da indústria paranaense, sempre preocupado com o desenvolvimento não apenas de sua empresa, mas de todo o setor industrial e de todo o Paraná”, afirma o presidente do Sistema Fiep, Edson Campagnolo. “Mesmo após ter deixado a presidência, sempre teve uma participação ativa no Sistema Fiep, contribuindo, com seu amplo conhecimento e com seu espírito empreendedor, para o aprimoramento da atuação da entidade. Expressamos nossos sentimentos aos familiares, esperando que encontrem em Deus o necessário conforto neste momento”, acrescenta.

Mário De Mari ao lado do atual presidente do Sistema Fiep, Edson Campagnolo, em uma das frequentes visitas que fazia à entidade (Foto: Gelson Bampi)

Nascido em 6 de setembro de 1922, em Curitiba, Mário De Mari se formou em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), em 1946. Começou a carreira profissional na Prefeitura Municipal de Curitiba, sendo o primeiro diretor do Departamento de Urbanismo e chefe da Divisão de Pavimentação. Em seguida, fundou a empresa Técnica De Mari S/A – Engenharia Civil.

Sistema Fiep
Mário De Mari assumiu a presidência do Sistema Fiep em outubro de 1968. Entre as realizações de sua gestão, destaca-se a implantação no Paraná, em 1969, do Instituto Euvaldo Lodi (IEL) – umas das quatro instituições que junto com Fiep, Sesi e Senai formam o Sistema Fiep.

O período também foi marcado pela expansão da estrutura do Sistema Fiep pelo Paraná. Destacam-se as inaugurações de Centros de Formação Profissional do Senai em Maringá, Paranaguá e Telêmaco Borba. Também criou um centro de Unidades Móveis de Formação Profissional. Foram obras de Mário De Mari, ainda, o Ginásio do Trabalhador e o Teatro do Sesi, em Curitiba.

Durante as obras do atual Campus da Indústria, em que foi o engenheiro responsável (Foto: Arquivo pessoal)

Na Fiep, criou o Centro de Comércio Exterior do Paraná (Cexpar), em 1971, e instituiu, no ano seguinte, a Medalha do Mérito Industrial do Paraná. Entregue até hoje, anualmente, a medalha é o principal reconhecimento da entidade a empreendedores que prestam serviços relevantes para o desenvolvimento da indústria paranaense. Posteriormente, Mário De Mari foi o engenheiro responsável pela obra do antigo Cietep, hoje Campus da Indústria, unidade do Sistema Fiep no Jardim Botânico, em Curitiba.

Além do Sistema Fiep, Mário De Mari também presidiu o Instituto de Engenharia do Paraná (IEP), na gestão 1957/1958. Em sua vida particular, sempre foi ligado às artes e se dedicou à pintura impressionista, tendo inclusive frequentado o Curso Livre de Composição e Pintura da Escola de Belas Artes de Houston, no Texas (EUA).

O velório de Mário De Mari será realizado no Campus da Indústria, com início previsto para as 17 horas desta quarta. O enterro acontece nesta quinta (28), às 11 horas, no Cemitério Municipal de Curitiba.

About Author