Mais dois alunos do Senai no Paraná foram selecionados para a maior competição de educação profissional do mundo

Em agosto, cinco jovens do Paraná vão para a Rússia representar o estado

Eduardo Felipe Benvegnir, Lucas Constancio Lenzi e Isabele de Lara da Silva

Em agosto deste ano, cinco estudantes do Senai no Paraná representarão o estado na maior competição de educação profissional do mundo, a WorldSkills. O evento reúne alunos de todos os continentes para disputarem em modalidades correspondentes às suas profissões da indústria e do setor de serviço. “No ano passado, estabelecemos a ousada meta de ter cinco representantes no mundial”, afirma Vanessa Frason, gerente de Educação Profissional do Sistema Fiep. “Não só alcançamos o nosso objetivo, como estamos mostrando nossa força para o Brasil e para o mundo”, conclui.

Leandro Ribeiro Moreira

Neste ano, a WorldSkills ocorrerá em Kazan, na Rússia, entre os dias 22 e 27 de agosto. Quem representará o Paraná são os jovens que conquistaram a medalha de ouro na competição nacional. Lucas Constancio Lenzi, Isabele de Lara da Silva e Eduardo Felipe Benvegnir receberam a notícia em setembro de 2018. Neste mês, Leandro Ribeiro Moreira e Thiago Felipe Salkovski souberam que também participarão do mundial. “Poder participar da seletiva WorldSkills é uma oportunidade única. Todo o treinamento é desenvolvido em cima de cenários reais de grandes empresas, o que me prepara melhor para a competição e para o mercado de trabalho”, conta Leandro Moreira.

Thiago Felipe Salkovski

Delegado técnico da equipe paranaense, Marcos Pires ressalta a importância da participação para os currículos dos alunos, indo de encontro com a afirmação de Leandro. “O maior prêmio para esses jovens é uma carreira de sucesso garantida. Alcançar uma medalha no maior torneio de profissões técnicas do mundo faz a diferença profissionalmente”, comenta.

Sobre a WorldSkills

 

A WorldSkills é uma competição que, há mais de 65 anos, reúne alunos de ensino técnico para competirem entre si, demonstrando habilidades individuais e coletivas correspondentes a seus cursos. Realizada a cada dois anos, jovens de países das Américas, Europa, Ásia e África e Pacífico Sul disputam medalhas em modalidades referentes às profissões técnicas da indústria e do setor de serviço.

Conheça os alunos e suas categorias:

 

Computação em nuvem – Leandro Ribeiro Moreira

Arquitetar e implementar a infraestrutura de TI em um ambiente de nuvem público, migrando o armazenamento externo e propondo a elasticidade de recursos com soluções que melhor atendam às necessidades das organizações.

Tecnologia da água – Thiago Felipe Salkovski

Trabalhar com o fornecimento de água e no tratamento de águas residuais, desempenhando uma série de funções técnicas e de gerenciamento envolvendo a mecânica, química e automação.

Redes de Cabeamento Estruturado – Lucas Constancio Lenzi

Projetar e construir uma rede física, para comunicação de dados, por meio de cabos, permitindo a passagens de sinais elétricos e óticos.

Tecnologia da Moda –  Isabele de Lara da Silva

Criar peças de roupas envolvendo design, modelagem, corte e manufatura, além da finalização das peças.

Tecnologia Automotiva – Eduardo Felipe Benvegnir

Diagnosticar e reparar uma variedade de marcas de veículos envolvendo: motores, caixas de câmbios, eletroeletrônica embarcada, suspensão e freios.

About Author