Deputados estaduais conhecem estrutura do Sistema Fiep

Em encontro com parlamentares, entidade apresentou abrangência de seu trabalho em prol do desenvolvimento da indústria e da sociedade paranaense

No total, 14 deputados estaduais participaram do encontro (Fotos: Gelson Bampi)

Com o objetivo de apresentar a abrangência de sua atuação, o Sistema Fiep promoveu, nesta quarta-feira (24), em Curitiba, um encontro com deputados estaduais do Paraná. Os parlamentares conheceram algumas das estruturas mantidas pela entidade no Campus da Indústria, que realizam trabalhos nas áreas de educação, inovação e pesquisa tecnológica voltados para a evolução da indústria e o desenvolvimento da sociedade paranaense.

Confira mais fotos do encontro

“Os deputados ficam surpresos quando vêm conhecer uma estrutura como é o Sistema Fiep, percebendo o volume de ações que fazemos, a equipe altamente qualificada que nós temos, os investimentos que realizamos nas mais diversas áreas e algumas das nossas Unidades Móveis”, afirmou o presidente do Sistema Fiep, Edson Campagnolo. “Considero que esse tipo de movimentação vem para nos fortalecer”, acrescentou.

No total, 14 deputados estaduais participaram do encontro: Alexandre Amaro (PRB), Boca Aberta Jr. (PROS), Coronel Lee (PSL), Delegado Francischini (PSL), Delegado Jacovós (PR), Elio Rusch (DEM), Emerson Bacil (PSL), Galo (PODE), Homero Marchese (PROS), Hussein Bakri (PSD), Michele Caputo (PSDB), Nelson Luersen (PDT), Subtenente Everton (PSL) e Tiago Amaral (PSB). Outros três parlamentares enviaram representantes: Cobra Repórter (PSD), Delegado Recalcatti (PSD) e Paulo Litro (PSDB).

Para o deputado Tiago Amaral, vice-líder do governo na Assembleia, a aproximação com entidades como o Sistema Fiep é fundamental para aprimorar a atuação do Legislativo. “Não só em nível de Paraná, mas em nível nacional, a Fiep já atingiu o status de grande representante do setor produtivo e da sociedade”, disse. “Quando a gente faz essa aproximação, começa a colocar a realidade do cidadão um pouco mais próxima daquilo que está sendo pensado e decidido. O que nós precisamos é parar de gerar problema, dificuldade, burocracia, lei atrás de lei, e começar a olhar mais de perto como a gente pode auxiliar as pessoas a gerar emprego e renda, que é o caminho básico para ter uma sociedade desenvolvida”, completou.

O deputado Delegado Francischini, que preside a Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia, também destacou que a relação entre o setor produtivo e o Legislativo tem sido benéfica para o Paraná. “Essa relação permite aprovar projetos que diminuem os custos para o mundo empresarial, para que possa voltar a gerar empregos e possamos ter uma economia voltando a gerar investimentos no país”, afirmou. “Essa aproximação entre o Parlamento e o setor produtivo, por meio da Federação das Indústrias e do Sistema S aqui do Paraná, é uma referência. Esse modelo de parceria tem que ser expandido para outros estados”, acrescentou.

Uma das estruturas visitadas foi a Unidade Móvel do programa Cuide-se +

Visita
Além de estreitar a relação com os deputados, o Sistema Fiep aproveitou o encontro também para apresentar parte do trabalho que desenvolve em prol da indústria e da sociedade paranaense. Em visita pelas instalações do Campus da Indústria, os parlamentares conheceram as estruturas do Colégio Sesi Internacional, do Instituto Senai de Inovação em Eletroquímica, do Centro de Tecnologia de Veículos Híbridos e Elétricos e da Incubadora do Sistema Fiep. Também visitaram duas das Unidades Móveis que a entidade mantém para levar seus serviços para qualquer lugar do Estado. Entre elas, a do programa Cuide-se +, que realiza exames diagnósticos de câncer.

Representatividade
O presidente do Sistema Fiep, Edson Campagnolo, também destacou, durante o encontro, o trabalho de representação do setor industrial que a entidade realiza junto à Assembleia Legislativa. “Fico feliz que nosso Conselho de Assuntos Legislativos faça um bom trabalho dentro da Assembleia, levando e trazendo informações de forma transparente. Com isso, estamos fazendo nosso papel institucional de defesa da indústria paranaense e brasileira”, afirmou.

Como exemplo dessa atuação, Campagnolo citou a recente mobilização da entidade para mostrar aos deputados a importância de que fossem reduzidos os honorários advocatícios a serem pagos pelas empresas que aderirem ao Refis Estadual – programa de parcelamento de débitos tributários e não tributários lançado pelo Estado. Nesta terça-feira (23), os deputados aprovaram em plenário um projeto que limita os honorários a 2% em relação ao valor renegociado pelas empresas. “Os deputados, alinhados com o governo estadual, tiveram sensibilidade para fazer essa intervenção e reduzir os honorários”, declarou o presidente do Sistema Fiep.

About Author