Educação 4.0 na prática

Sistema Fiep inaugurou recentemente a unidade Dr. Celso Charuri, que conta com várias estruturas voltadas para a Indústria 4.0

As inovações tecnológicas digitais implantadas nas indústrias e suas linhas de produção deram origem ao termo Indústria 4.0 – uma referência à quarta revolução industrial, em que os sistemas são utilizados para tornar os processos mais eficientes, autônomos e conectados a toda cadeia de valor. O uso inteligente de dados por meio da internet das coisas, big data e inteligência artificial muda o processo produtivo, gera novos negócios e transforma o mercado de trabalho.

Para se ter ideia, de acordo com pesquisa realizada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e Instituto Euvaldo Lodi (IEL), em uma década, a indústria 4.0 deve atingir 21,8% das empresas brasileiras. Por isso, além das indústrias se adaptarem ao modelo, é preciso também formar um novo profissional, no qual esteja inserida a cultura da inovação.

Unidade Dr. Celso Charuri
Atento a essa realidade, o Sistema Fiep tem se preparado para atender a demanda da indústria paranaense. Entre várias iniciativas, inaugurou recentemente a unidade Dr. Celso Charuri, localizada à Rua Paula Gomes, no Centro de Curitiba. Em uma área de quase 7 mil m² e com treze salas de aula, a unidade, que possui selo LEED Platinum, certificação para construções sustentáveis, conta com várias estruturas voltadas para a Indústria 4.0.

Entre elas, o Espaço Maker, equipado com impressora 3D, máquina de corte a laser, ferramentas manuais e computadores com softwares de programação e criação; Coworking, para que os alunos possam trabalhar, desenvolver ideias e trocar experiências; Sala de Criatividade, onde acontecem as aulas que instigam a resolução de problemas e prototipação de ideias; Laboratório de Mídias Apple, na qual Macs, iPads e Apple TV estão à disposição para os alunos os desvendarem; e Laboratórios Integrados de TI e Automação, compostos por bancadas e computadores essenciais para o desenvolvimento de habilidades que unem as duas áreas; além de um centro cultural com galeria de arte e teatro.

Voltada à cultura maker e à educação 4.0, a unidade Dr. Celso Charuri oferta cursos em diversas áreas, seja para quem está iniciando a vida profissional ou para quem está em busca de novas aptidões, em três diferentes trilhas:

TRILHA EXPERIENCIANDO
Cursos para quem quer experimentar, conhecer diferentes áreas e vivenciar novas experiências. Por isso, são rápidos, de no máximo 4 horas, e gratuitos. Exemplos são o Criando com Arduino, Manufatura Aditiva I e Programando com Lego.

TRILHA DA PROGRAMAÇÃO
O objetivo dos cursos desta trilha, que vão desde o Lógica da Programação, Programação Apple e IoT Mobile, é promover o desenvolvimento da linguagem de programação e robótica. Neste caso, os cursos podem variar de 16 horas, como é o caso do Experimentando a Manufatura Aditiva I (impressão 3D), até 1.100 horas, como o Técnico em Desenvolvimento de Sistemas com Ênfase na Indústria 4.0.

TRILHA INVENTORES CONECTADOS
Uma oferta de contraturno escolar em que a proposta é que os alunos coloquem a mão na massa realizando atividades de robótica, programação e cultura. Variando de 16 a 40 horas, os cursos vão de Gravando: Vendendo Minha Ideia II a Prototipando Ideias.

TRILHA APRENDENDO COM A INDÚSTRIA
O foco aqui é a atuação na indústria. É possível desenvolver protótipos em Arduino baseados nos conceitos da indústria 4.0 no Conectando a Indústria Avançada e coordenar as fases do desenvolvimento de produtos no Técnico em Mecatrônica.

Para saber mais, acesse:
sistemafiep.com.br/industria40/drcelsocharuri

 

About Author