Sistema Fiep promove Jornada Digital em Curitiba

Evento reuniu empresários e executivos de indústrias para discutir tecnologia, inovação e transformação digital

Nos dias 16 e 17 de julho, o Sistema Fiep promoveu, no Campus da Indústria, o evento Jornada Digital, com o tema “Experiências transformadoras para a indústria”. O encontro teve o objetivo de apresentar soluções inovadoras e alta tecnologia para a aplicação nas áreas de segurança e saúde, educação e produtividade industrial. O evento foi uma oportunidade de reunir empresários, executivos e líderes de empresas como Adobe, Certicys, Cisco, Festo, Gartner, Huawei, IBM, Microsoft, Renault e Ska  “A Jornada Digital foi um sucesso. Conseguimos debater a transformação digital em empresas de diversos portes, trazer informações, cases de inovação e enriquecer o debate nas indústrias do estado do Paraná”, comemora Edson Campagnolo, presidente do Sistema Fiep

Campagnolo realizou a abertura do evento, enfatizando não só a importância das indústrias investirem em tecnologias inovadoras, mas na capacitação de pessoas para que elas estejam qualificadas e preparadas para entrar ou se manter no mercado de trabalho. “É fundamental que as pessoas se qualifiquem e mantenham-se atualizadas, pois o mercado é altamente exigente. O Sistema Fiep tem trabalhado neste sentido, não apenas qualificando por meio do Senai no Paraná, mas também investindo no desenvolvimento de novas soluções junto com outras empresas e startups, o Edital Sesi Tech é um destes exemplo”, ressaltou em sua fala.

No primeiro dia de evento foram apresentados diversos cases, como o K-Commerce, uma plataforma que agiliza o processo de compra de um veículo. Criada pela Renault do Brasil, o K-Commerce tem como objetivo oferecer a população a possibilidade de comprar um carro 100% online é simplificar, digitalizar a acelerar a experiência do consumidor. Os participantes da Jornada Digital também ouviram sobre Londrina, uma cidade que tem se firmado como pólo de inovação, sediando um terço das startups do Paraná. A programação contou ainda com representantes da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial – EMBRAPII, apresentando o modelo de financiamento da instituição para projetos de inovação industrial, que segue o seguinte formato: um terço são aportes pela própria EMBRAPII e os outros dois terços podem ser divididos entre a indústria e as Unidades Embrapii (como o Instituto Senai de Inovação). Na sua parte do financiamento, as empresas podem se beneficiar de diversas formas, seja em parceria com empresas da cadeia, concorrentes ou startups, como dividir os custos em projetos específicos e até mesmo fazer uso dos benefícios da Lei do Bem. A noite terminou com a Gaertner, explanando sobre engajamento de colaboradores.

Experiências transformadoras para a indústria

O dia 17 começou com a abertura de José Antonio Fares. O superintendente do Sesi e IEL no Paraná e diretor regional do Senai, levantou a importância das indústrias desconstruírem modelos de negócios antigos, para poder se reconstruir com princípios da transformação digital. “Para que as empresas continuem competitivas, devem passar por um processo de desconstrução para que aconteça a evolução e inovação”, apontou. Tratando também sobre o assunto, Thiago Viola, Head of Cloud Platform Enterprise Business da IBM Brasil trouxe exemplos de empresas tradicionais transformando seu modelo de negócio com tecnologia e inovação.

Em seguida, o gerente de Tecnologia e Inovação do Sistema Fiep, Fabrício Lopes, falou como a transformação digital pode influenciar na vida de cada indivíduo. Com o questionamento “Ser ou não ser digital, eis a questão”, Fabrício afirmou que o conceito de altruísmo permeia todo o processo da tecnologia nas indústrias – uma vez que esta é um instrumento de potencialização e uma forma de fomentar pessoas mais colaborativas dentro das empresas.

Complementando o tema, também do Sistema Fiep, a gerente de Educação Executiva, Giovana Chimentão Punhagui, tratou sobre educação 4.0. Com cases de inovação tecnológica dentro do Colégio Sesi e do Senai, Giovana apontou como uma educação digital, inovadora e empreendedora é essencial para o futuro da indústria. “Educação tem tudo a ver com a transformação digital. Nossos estudantes perceberam dores na indústria e, encontraram na tecnologia, uma nova solução”, afirma.

Após passar pelas áreas de tecnologia, inovação e educação, a gerente executiva de segurança e saúde para indústria do Sistema Fiep, Rosângela Fricke, abordou a ótica da transformação digital no fomento de segurança e saúde. “As indústrias estão percebendo que a transformação digital traz modernização para as linhas e produção, e isso é um fator aliado à prevenção de acidentes”. Além das  medidas  preventivas  colaborarem para a redução de custos dentro das empresas, são também formas de garantir que o funcionário permaneça por mais tempo no quadro de colaboradores, explica, Rosângela. A gerente executiva de segurança e saúde para indústria do Sistema Fiep, também trouxe informações sobre o Edital Sesi Tech, edital realizado no primeiro semestre de 2019 e que disponibilizou 10 milhões de reais para o desenvolvimento de inovações em SST, com ideias executadas por meio da rede de Institutos Senai de Tecnologia e Inovação, co-executora do edital.

A Jornada Digital contou ainda com a presença dos representantes das empresas Mondelez e O Boticário, que apresentaram seus cases de sucesso alcançados por meio da transformação digital. Já a empresa Cisco falou sobre novas formas de adotar a transformação digital em diferentes setores, de diferentes portes.

O tema central da palestra realizada pela indústria Festo foi como preparar um profissional para enfrentar os desafios do mercado de trabalho num cenário de indústria 4.0. Em seguida, a Adobe trouxe informações sobre como a experiência de compra é um diferencial competitivo para indústrias e a digitalização de serviços tem um papel fundamental para apoiar as companhias em uma experiência de consumo de melhor qualidade.

Durante toda a Jornada Digital os participantes tiveram a oportunidade de criar networking, conhecer iniciativas de empresas que são referência quando falamos em transformação digiral, participar de rodadas de negócios e conferir as exposições de empresas tecnológicas. Também foram oferecidas Trilhas de conhecimento que contou com palestras e experimentações com foco em educação, segurança e saúde do trabalhador e tecnologia e inovação. As empresas Beetools, Microsoft, SKA, Certsys, Huawei e Adobe palestraram, além do Sistema Fiep e Senai no Paraná.

Para conferir a cobertura completa de cada palestra, é só acessar o blog do evento em: www.sistemafiep.com.br/jornadadigital.

Espaço Sistema Fiep e estandes

Durante os dois dias de evento, os participantes puderam conhecer o Espaço Sistema Fiep, que apresentou soluções em Educação, Segurança e Saúde e Tecnologia e Inovação que contribuem para o aumento da competitividade de empresas de todo o Paraná. Entre elas, estavam presentes algumas das startups incubadas na Aceleradora Sistema Fiep; metodologias em inovação educacional e soluções personalizadas para a indústria, como a Plataforma Sesi Viva +.

Nos estandes de exposições, de equipamentos biônicos a impressoras 3D, óculos de realidade virtual e softwares disruptivos foram apresentados pelas empresas Festo, Beetools, SKA, Certsys, Cisco/Teletex, EMBRAPII, Adobe e Huawei.

About Author