Evento traz propostas para incentivar a inovação no setor automotivo

Empresas do setor se reúnem com Unidades EMBRAPII, em Curitiba, para o desenvolvimento de novos projetos.

De 16 a 20 de setembro acontece, em Curitiba, a EMBRAPII Week, evento realizado pela Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII) em parceria com o Sistema Fiep. Durante a semana, representantes de indústrias automotivas e de autopeças, localizadas no Paraná, estarão reunidos com centros de pesquisas credenciados pela instituição, para debater e apresentar novos projetos de desenvolvimento tecnológico com foco em inovação.

Entre os presentes no evento estão representantes das empresas Volvo, Brose e Bosch, de oito empresas sistemistas que fornecem diretamente às montadoras, de startups e de Unidades EMBRAPII, entre eles o Instituto Senai de Inovação em Eletroquímica do Senai Panará Eles participarão de mesas redondas e rodadas de negócio voltadas ao desenvolvimento de projetos com subsídios financeiros da EMBRAPII, além de imersões e visitas às indústrias.

De acordo com Fabrício Lopes, a proposta do evento é entender quais são os gaps tecnológicos das indústrias e apresentar as competências de desenvolvimento das Unidades EMBRAPII presentes. “Pretendemos sair desse encontro já com propostas de projetos encaminhadas” pontua. Ele explica que as próprias unidades têm autonomia para aprovar o projeto: “se qualquer uma dessas indústrias quiser trabalhar com projetos de corrosão ou baterias com o Instituto Senai de Inovação  em Eletroquímica, por exemplo, em poucos dias o projeto é assinado e a pesquisa é iniciada”.

O primeiro dia do encontro contou com a presença do superintendente do Sesi e IEL no Paraná e diretor regional do Senai, José Antonio Fares, do gerente executivo de Tecnologia e Inovação do Sistema Fiep, Fabrício Lopes, e do diretor-presidente da EMBRAPII, Jorge Guimarães, que apresentou aos participantes os objetivos e os instrumentos oferecidos pela EMBRAPII para fomentar novos projetos, além das ações para o Rota 2030, programa  que trará propostas de ações para o futuro do setor.

Nos demais dias serão realizadas imersões com 11 Unidades EMBRAPII: ISI Eletroquímica, Eldorado, CPqD, ISI Embarcados, DCC/UFMG, INATEL, LACTEC, CERTI, IFMG, ISI LASER e ISI Polímeros. Além de Bosch, Volvo e Brose, as empresas sistemistas Hubner, Soditech, Metalsa, Jtekt, AAM, Metalúrgica Schwarz, Maringá Soldas e Thyssenkrupp terão oportunidade de apresentar suas demandas tecnológicas aos centros de pesquisa.

“Muitas empresas estão aproveitando essa oportunidade para conhecer melhor o funcionamento desse fomento e entender que é possível aproveitar esse recurso para desenvolver a inovação junto a institutos reconhecidos e competentes que compõem a rede EMBRAPII. Esse modelo de encontro deve futuramente ser replicado com indústrias de outros setores” diz Fabrício.

About Author