Capacitação profissional é a peça-chave para o futuro do trabalho

Senai no Paraná aposta ainda para 2019 na oferta em grande escala de cursos de aperfeiçoamento

A entrada de tecnologias de ponta nas indústrias e o surgimento de diferentes postos de trabalho exige cada vez mais um novo tipo de profissional, que busca a atualização constante de acordo com as necessidades do mercado. Um estudo realizado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), o Mapa do Trabalho Industrial 2019-2023, apontou que as profissões ligadas à tecnologia estão entre as principais que apresentarão crescimento nos próximos anos. Segundo o estudo, as vagas de trabalho na indústria deverão aumentar 8,5% até 2023 no país.

A pesquisa, realizada para respaldar a entrega de cursos do Senai de acordo com as necessidades da indústria, também analisa que o país terá que capacitar até 2023 cerca de 10,5 milhões de trabalhadores em nível superior, técnico, de qualificação profissional e aperfeiçoamento. Seguindo essa demanda, o Senai no Paraná aposta ainda para 2019 na oferta em grande escala dos cursos de aperfeiçoamento, voltados para quem deseja ampliar, complementar ou atualizar suas competências, acompanhando inovações tecnológicas e novidades do segmento de atuação.

Para quem busca este tipo de capacitação, o Senai no Paraná oferta em aproximadamente 30 cidades do estado cerca de 700 opções de cursos voltados às mais variadas áreas, com início ainda no segundo semestre de 2019. Com a modalidade, a instituição tem como objetivo incentivar a qualificação rápida e de qualidade, contribuindo para elevar a competitividade da indústria por meio da educação profissional e tecnológica.

Ingresso no mercado de trabalho

Os profissionais que se formam no Senai no Paraná conseguem inserção no mercado de trabalho e correspondem às demandas de uma indústria que cada vez mais é voltada à produtividade e inovação. Uma pesquisa encomendada pelo Sistema Fiep à Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) revelou que os egressos do Sistema passam menos tempo procurando emprego do que os outros – 62% conseguem um trabalho em até 6 meses e 50% tem mais chance de emprego com carteira assinada; sendo que a probabilidade de promoção também é maior: de 34%.

Além disso, o estudo intitulado Escolha PME 2019, realizado pelo instituto Officina Sophia a pedido do jornal Estadão, mostrou que a instituição é a primeira quanto ao nível de satisfação de pequenos e médios empresários, no quesito serviço de centros de formação profissional. Feita entre abril e maio deste ano com mais de 1.500 empresas, a pesquisa identificou o Senai como o fornecedor mais bem avaliado de toda a pesquisa, chegando ao índice de satisfação com a marca de 95 pontos – dois a mais do que em 2018, quando ficou com 93 pontos.

Segmentos para investir
Áreas que mais abrirão vagas até 2023, segundo o Mapa Industrial do Senai:

  • Transversais (trabalhadores podem atuar em mais de um segmento): 1,7 milhão
  • Metalmecânica: 1,6 milhão
  • Construção civil: 1,3 milhão
  • Logística e transporte: 1,2 milhão
  • Alimentos: 754 mil
  • Informática: 528 mil
  • Eletroeletrônica: 405 mil
  • Energia e telecomunicações: 359 mil

Os cursos do Senai no Paraná ainda estão com matrículas abertas para o segundo semestre de 2019. Os interessados podem se matricular pelo 0800 648 0088 ou comparecendo à unidade do Senai mais próxima.

Para mais informações, acesse com.br.

About Author