Sistema Fiep promove evento sobre segurança viária para estudantes

Alunos do Colégio Sesi, Senai e Faculdades da Indústria conheceram histórias impactantes de famílias e profissionais da área da saúde e segurança

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), os acidentes de trânsito são a primeira causa de morte entre pessoas de 15 a 35 anos. Os motivos podem variar, indo desde uma simples distração, à ingestão de bebidas alcoólicas ou uso do celular enquanto se está ao volante. Além disso, a falta do cinto de segurança ou da cadeirinha para crianças, pode ser fatal em caso de acidente. Para promover a reflexão sobre as consequências de atitudes imprudentes no trânsito, o Sistema Fiep, por meio do Centro Internacional de Formação de Autoridades e Líderes (CIFAL Curitiba), promoveu a quinta edição do Road Show, evento que acontece em diversos países da América do Sul e Europa e no Brasil é desenvolvido desde 2014 por meio de parceria firmada entre o TRAFPOL/IRSA e o Sistema Fiep/CIFAL Curitiba.

“O Road Show é um programa educacional de segurança viária, estruturado por meio de uma apresentação teatral”, explica Priscila da Paz Vieira, coordenadora do CIFAL Curitiba e de Ações Estratégicas do Sistema Fiep. Os jovens que participam do projeto acham que estão indo para uma festa. Ao chegar no local, são recepcionados com boa música, DJ e luzes coloridas. É aos poucos que o formato do evento muda. As luzes vão perdendo força, a música vai ficando cada vez mais baixa, e o cenário se transforma em um palco, em que policiais, bombeiros, profissionais de saúde, homens e mulheres contam suas histórias relacionadas a acidentes de trânsito. A quinta edição do Road Show ocorreu na unidade da Cidade Industrial de Curitiba (CIC) do Sistema Fiep, na quinta-feira (19), para alunos do Colégio Sesi, Senai e Faculdades da Indústria.

Todas as histórias contadas durante o evento impactaram os estudantes de alguma forma: a mãe, que perdeu o filho em um acidente, no dia em que ele estava fazendo aniversário; o jovem que teve as pernas amputadas; o policial que ajudou a socorrer uma criança gravemente ferida por não usar cadeirinha; o médico que tentou reanimar um paciente vítima de acidente. “Diariamente, cerca de três mil vidas são encerradas precocemente devido a acidentes de trânsito, chegando a impressionante marca de 1,3 milhões de vidas anualmente. Além disso, também ocorrem, por ano, cerca de 50 milhões de lesões físicas que resultam em deficiência parcial ou total, o que significa que a cada seis segundos alguém morre ou é ferido em um acidente de trânsito”, ressalta Priscila. De acordo com a coordenadora do CIFAL, a proposta deste Road Show foi sensibilizar os alunos sobre a importância do papel de cada um na promoção da segurança viária.

About Author