Ensino bilíngue como ferramenta de aprendizagem para o futuro

No Colégio Sesi Internacional, que está com matrículas abertas, segundo idioma deixa de ser disciplina, tornando-se ferramenta de ensino de conteúdos de todas as áreas

O mundo globalizado e hiper conectado exige cada vez mais competências daqueles que pretendem conquistar um lugar de destaque. Desenvolver novas habilidades, entender diferentes realidades e cenários, adaptar-se às tecnologias e, principalmente, ter fluência em outras línguas são importantes diferenciais para o currículo de crianças e jovens de todo o mundo.

Segundo pesquisa realizada pelo site de busca de empregos Catho, apenas 5% da população brasileira fala um segundo idioma e menos de 3% tem fluência em inglês. Por isso, o ensino bilíngue pode ser uma grande oportunidade: de acordo com o estudo, além de todo o conhecimento e cultura que se adquire ao saber outro idioma, quem fala outra língua tem 52% de chances de receber um salário mais alto. Já uma pesquisa da Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, concluiu que a fluência de um idioma estrangeiro também aumenta a retenção e absorção de informações e auxilia no desenvolvimento pessoal.

Colégio Sesi Internacional

Com este cenário, sairão na frente aqueles que tiverem uma educação baseada no ensino bilíngue desde cedo. Estudar em um ambiente internacional, tendo a vivência de novas culturas, a valorização do pluralismo de ideias e o desenvolvimento de habilidades linguísticas de forma efetiva são alguns dos diferenciais do estudante que frequenta o Colégio Sesi Internacional. No Colégio Sesi do Portão, em Curitiba, por exemplo, o ensino bilíngue é ofertado do 1° ao 3° ano do Ensino Fundamental I, possibilitando um aprendizado efetivo da língua.

Com uma metodologia diferenciada, a escola se destaca por tornar o aluno protagonista no processo educacional. Neste panorama, o segundo idioma deixa de ser disciplina, tornando-se ferramenta de ensino de conteúdos de todas as áreas. Em conformidade com o MEC, as disciplinas pertencentes à Base Nacional Comum Curricular são ministradas em Língua Portuguesa. Outras disciplinas existentes na matriz curricular da escola são ensinadas em inglês – e, no caso do Colégio Sesi Trilíngue, em Foz do Iguaçu, também em espanhol. Entre as matérias ofertadas na Língua Inglesa estão Art, Writing, Ethics and Citzenship, Nature Science, Applied Science, Technological Studies, Physical Education além de History e Geography.

Aluno em foco

No ensino bilíngue do Colégio Sesi, duas metodologias de ensino ganham destaque: CLIL (Content and Language Integrated Learning) e PBL (Problem Based Learning). A primeira significa “ensino integrado de linguagem e conteúdo”, e foca em competências linguísticas para aprimorar o desenvolvimento de soft skills como colaboração, criatividade e pensamento crítico, por exemplo. Já PBL significa aprendizagem baseada em problemas e, como o próprio nome diz, é a construção do conhecimento a partir da discussão em grupo de um problema.

Para a preparação do aluno, são propostos desafios para que ele coloque em prática o que aprende. Para isso, o Colégio disponibiliza um ambiente multicultural voltado à internacionalização e inovação, onde o aluno aprende com o Language Lab, com os Afterschool Workshops (atividades extracurriculares como fotografia, teatro e culinária) e as Oficinas de Aprendizagem. Outra possibilidade é o intercâmbio realizado em parceria com instituições internacionais. Neste caso, os estudantes têm a chance de fazer uma viagem ao exterior, na qual frequentam aulas de inglês, realizam atividades culturais e conhecem pessoas, empresas e universidades. Além disso, as escolas recebem estudantes intercambistas de todos os lugares do mundo, o que possibilita maior convivência com outras culturas e prática constante da língua.  Assim, o aluno constrói uma boa base para uma carreira de sucesso.

As matrículas estão abertas. Inscreva-se ou agende uma visita pelo 0800 648 0088 ou colegiosesi.com.br/internacional .

About Author