Fiep recebe Câmara Ítalo-Brasileira

A atração de empresas italianas para o Paraná e acordos de cooperação foram os temas do encontro

Créditos: Gelson Bampi

O presidente da Fiep, Carlos Valter Martins Pedro, recebeu, na última quarta-feira (13), a visita da Câmara Ítalo-Brasileira. Na pauta do encontro, discussões sobre as possibilidades de cooperação entre a Itália e o Brasil, em especial o Paraná.  Alguma das possibilidades são assessoria a empresas italianas interessadas em ingressar no Estado; apoio a parcerias estratégicas como joint-ventures; troca de informação, especialmente na concessão de crédito a juros internacionais, por meio de fomento italiano; promoção de negócios; transferência de conhecimento e política sobre a governança dos Arranjos Produtivos Locais, os clusters italianos; e o apoio a empresas brasileiras interessadas em participar de missões e feiras na Itália.

“Temos total interesse em estreitar relações com a Itália. Temos muito a aprender com o exemplo da indústria italiana, que, mesmo com unidades de pequeno porte, consegue competir no mercado internacional”, destacou Carlos Valter. A reunião foi liderada pelo presidente da Câmara de Comércio em Curitiba Italocam, Francesco Pallaro, e teve como principal representante italiano o chefe de Departamento Econômico e Comercial e conselheiro da Embaixada da Itália no Brasil, Carlo Jacobucci. Dentre os setores apontados como potenciais para parcerias e negócios conjuntos estão: moveleiro, cerâmico e metalmecânico. Os participantes da reunião se comprometeram a dar continuidade aos entendimentos com vistas ao estabelecimento de parcerias, acordos de cooperação e efetivação de negócios.

A Itália é o 12º investidor direto no Brasil. Os investimentos italianos no Brasil estão em vários setores. Estima-se que existam mais de 1.200 empresas italianas no País, gerando centenas de milhares de postos de emprego. Os investimentos com maiores aportes de recursos são os de empreendimentos imobiliários, telefonia, comércio atacadista de alimentos, fabricação de máquinas e equipamentos, peças e acessórios para veículos. No sentido inverso, existem aproximadamente 20 empresas brasileiras de grande porte operando em território italiano. Estima-se que as companhias italianas empreguem cerca de 150 mil funcionários diretos. Como mostram dados de 2018, a Itália foi o 12º parceiro em ranking de exportações brasileiras, que alcançaram a cifra de US$ 3,56 bilhões.

 

 

 

 

 

 

About Author