Colégio Sesi se prepara para início do ano letivo de 2021, inovando com foco na formação para a indústria e integração à formação profissional

No próximo ano, instituição oferecerá modelo com maior autonomia para alunos do Ensino Médio

Mesmo com o segundo semestre de 2020 ainda em andamento, o Colégio Sesi já está preparando novidades para o ano letivo de 2021. No próximo ano, a instituição passa a oferecer um ensino mais próximo da indústria e simultâneo à formação profissional.

“Como a razão da existência do Sistema Fiep é prestar serviços que agreguem valor à indústria, foi formulada uma nova proposta de ação para o Colégio Sesi no Paraná, que trará um currículo muito mais direcionado para a formação dos alunos de acordo com as reais necessidades do setor industrial”, relata o presidente do Sistema Fiep, Carlos Valter Martins Pedro.

O novo modelo vai permitir que os estudantes de Ensino Médio tenham mais  autonomia, tendo acesso a palestras sobre a indústria, exposições culturais com temas do segmento, encontro de carreiras com industriários e módulos de aprendizado sobre o Mundo do Trabalho.

 

Metodologia de referência

O aprendizado dos estudantes do Colégio Sesi continuará sendo pelas Oficinas de Aprendizagem. Neste formato, os alunos se reúnem em equipes para solucionar desafios propostos, promovendo a integração das disciplinas, a autonomia, a criatividade e o trabalho em equipe.

“Com esse método, os alunos desenvolvem, além do conhecimento técnico, habilidades interpessoais que os ajudam no mercado de trabalho e na vida. A integração com a indústria já na educação básica irá beneficiar quando o aluno ingressar no mercado de trabalho, ou seja: o aluno ganha e a indústria também”, esclarece Giovana Punhagui, gerente executiva de Educação do Sistema Fiep.

Em 2021, a proposta das Oficinas de Aprendizagem é apresentar aos alunos os setores industriais do Paraná, para que eles possam entender os desafios do segmento, por meio de trabalhos em equipe. “Hoje, é fundamental que os alunos tenham senso crítico e capacidade de resolver problemas. Cada vez mais as escolas devem preparar os alunos para essa realidade, investindo em debates, atividades que envolvam o raciocínio lógico e até mesmo o trabalho em equipe”, lembra Giovana.

Desta forma, os estudantes “continuam desenvolvendo habilidades e competências comuns da grade curricular de forma inovadora, mas também passam a conhecer os desafios da indústria paranaense que está passando por um processo de transformação digital”, ressalta. O Colégio Sesi da Indústria está com as matrículas abertas para o ano letivo de 2021, quando a iniciativa será implementada. Para mais informações, acesse www.colegiosesi.com.br .

About Author