Em período de retomada econômica, mentoria do Senai auxilia indústrias a aumentar produtividade em cerca de 20%

Após obter resultados bastante expressivos em 2020, o Programa Brasil Mais está com inscrições abertas para a primeira turma de 2021. Com essa iniciativa, o Senai no Paraná pretende auxiliar as indústrias a reduzir custos e aumentar a sua produtividade, com decisões mais ágeis e assertivas, práticas fundamentais nesse período de retomada econômica. Empresas que já participaram do Programa conseguiram obter cerca de 20% de aumento em sua produtividade total ou no setor em que foram aplicadas as técnicas de lean manufacturing, que é o escopo do Brasil Mais.

Promovido pelo Governo Federal em conjunto com a Associação Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), o Programa de mentoria lean (produção enxuta) ainda conta com a parceria do Sebrae, além do Senai. As inscrições podem ser feitas até o dia 2 de fevereiro, pelo site do Programa ou no e-mail brasilmaispr@sistemafiep.org.br . No primeiro Ciclo de 2021, quatro municípios do Paraná vão participar do Programa: Curitiba, Londrina, Maringá e Toledo. Durante o ano, outros Ciclos serão abertos em diferentes Cidades.

“Em 2020, atendemos 23 indústrias em todo o Estado, criando condições para que elas encontrassem soluções rápidas, de baixo custo e alto impacto para obter melhores resultados em sua produção. Neste ano, em que o setor industrial está passando por um momento de retomada econômica, a mentoria lean se torna uma aliada ainda mais importante para que as indústrias consigam se adequar a novas necessidades do mercado”, comenta Felipe Sanches Couto, responsável pelo Programa no Paraná.

O Programa Brasil Mais atende indústrias de diversos segmentos, que podem indicar até três colaboradores para participar dos treinamentos, das mentorias práticas e das consultorias no chão de fábrica. O investimento é acessível as empresas, mas é necessário que as indústrias interessadas tenham de 11 a 499 funcionários e CNAE industrial primário ou secundário.

Experiências de sucesso

Uma das empresas que participaram do Programa Brasil Mais e já está percebendo resultados expressivos em sua produção é a GEMÜ Válvulas e Sistemas de Medição e Controle, de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. “Logo que iniciamos com a mentoria, traçamos um objetivo que era obter um aumento de produtividade de pelo menos 20% no setor de vulcanização, que é a etapa de prensagem da borracha para formar o diafragma de vedação da válvula, um dos produtos que fornecemos. Após a conclusão da mentoria, obtivemos um resultado ainda melhor, de aumento de 27% de produtividade nesse setor”, comenta Izabella dos Santos Oliveira, assistente de processos da GEMÜ.

Após o sucesso da utilização da lean manufacturing no setor de vulcanização, a indústria pretende expandir a utilização da metodologia para outras áreas, ainda em 2021. “Depois de participar do Programa Brasil Mais, percebemos uma mudança de mentalidade na empresa, a necessidade de tirar um tempo só para pensar em melhoria contínua”, destaca Izabella, que integrou a equipe responsável por acompanhar a mentoria.

Apesar de já utilizar a metodologia da lean manufacturing há mais de três anos, a IMCOPA IMP EXP DE OLEOS S/A, produtora da marca de Óleo de Soja Leve com sua filial em Cambé, na região Norte do Paraná, decidiu apostar na parceria com o Senai para encontrar formas de ampliar o trabalho que já estava sendo desenvolvido. “Desde 2017, desenvolvemos cerca de 80 projetos para redução de desperdícios, melhoria de processos, gerenciamento diário, somando a filial de Cambé e a Matriz, em Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba. Mas, sempre tem melhoria a ser feita, pois as melhorias devem ser contínuas”, ressalta Leila Elisa Rocha, Gerente Administrativa da IMCOPA em Cambé, em parceria com Ednaldo Borges Gerente Industrial.

Com a parceria do Senai, por meio do Programa Brasil Mais, o foco foi no setor de envase do óleo pet, compreendendo o fluxo operacional, que inclui colaboradores e máquinas. “Com auxílio do Senai, identificamos uma oportunidade de melhoria para redução no tempo de parada de nossas máquinas. Reduzindo esse tempo de parada, conseguimos uma produtividade maior”, destacam. Leila ainda destaca a importância do engajamento da equipe para que o trabalho dê certo. “A mentoria nunca dá resultados sozinha, os colaboradores precisam participar, entender o processo para garantirmos resultados. O envolvimento é essencial”.

No final de janeiro de 2021, a empresa também realizou um evento junto aos envolvidos para o compartilhamento dos resultados, sendo apresentado desde o início do programa kaizen até o encerramento formal, demonstrando através de apresentações dados dos resultados adquiridos. Entre os participantes do evento, estiveram os mentores do Senai no Paraná, os multiplicadores (Equipe Kaizen Imcopa), colaboradores operacionais e gerentes, sendo realizado por turno, com todos os cuidados necessários evitando aglomerações, com participação de um total de 25 pessoas, distribuídas em três momentos. Os envolvidos no projeto ganham certificado e um prêmio de participação, incentivando assim para novos Kaizens.

SOBRE O SISTEMA FIEP

O Sistema Fiep é composto pela Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), Serviço Social da Indústria (Sesi), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e Instituto Euvaldo Lodi (IEL). As instituições trabalham integradas em prol do desenvolvimento industrial. Com linhas de atuação complementares, realizam a interlocução com instâncias do poder público, estimulam o fomento de negócios nacionais e internacionais, a competitividade, a inovação, a tecnologia e a adoção de práticas sustentáveis, e oferecem serviços voltados à segurança e saúde dos trabalhadores, à educação básica de crianças, jovens e adultos, à formação e aperfeiçoamento profissional, à formação de nível superior, além de capacitação executiva.

About Author