Novo modelo dos pedágios prevê duplicações e contornos nas rodovias dos Campos Gerais

Projetos foram apresentados pelo Ministério da Infraestrutura a lideranças da região, que sugeriram mudanças e melhorias nas intervenções programadas

Entre 15 e 19 de março, o G7, grupo das principais entidades do setor produtivo paranaense, com coordenação técnica da Fiep, realizou as reuniões com representantes do Ministério da Infraestrutura para que fossem detalhadas as obras previstas para cada um dos seis lotes do novo modelo de concessões de rodovias proposto para o Paraná. Nos encontros, lideranças empresariais, políticas e da sociedade civil das regiões envolvidas puderam apontar mudanças e melhorias nos projetos para atender as necessidades locais.

Rodovias que passam pela região dos Campos Gerais estão incluídas nos Lotes 1, 2 e 3 do novo modelo. Conheça abaixo as previsões de investimentos propostas e, para conferir o documento com as alterações sugeridas, clique aqui.

Lote 1
Com extensão total de 473 km e previsão de investimentos que totalizam R$ 6,5 milhões em obras, o Lote 1 da nova proposta de concessões de rodovias do Paraná terá duplicações e outros projetos para ampliar a capacidade e melhorar o tráfego. O lote também inclui estradas da Região Metropolitana de Curitiba. As principais obras programadas que afetam os Campos Gerais são:

  • Prudentópolis – Ponta Grossa: Duplicação na BR-373 (100km) – Ano 5 ao 7
  • São Luiz do Purunã até Relógio: Duplicação na BR-277 (155 km) – Ano 3 ao 5
  • Porto Amazonas: Implantação de 3ª faixa na PR-427 (38km) – Ano 8 e 9

Confira mais detalhes na apresentação feita pelo Ministério da Infraestrutura clicando aqui.

Assista à íntegra da reunião sobre as obras do Lote 1:

Lote 2
Já o Lote 2 tem extensão total de 576 km, com previsão de investimentos de R$ 8,19 bilhões em obras. Nele está um dos principais trechos rodoviários do Paraná: a BR-277 entre Curitiba e Paranaguá, além de outras estradas do litoral do Estado. O lote também contempla estradas que ligam Ponta Grossa ao Norte Pioneiro do Estado. No total, está programada a duplicação de 382 km de estradas e a implantação de 139 km de faixas adicionais ou terceiras faixas.

Entre as principais obras entre os Campos Gerais e o Norte Pioneiro estão:

  • PR-151: Duplicação entre Piraí do Sul e Sengés (60km) – Ano 5 ao 8
  • PR-151: Marginais em Carambeí (4km), trevo em diamante no km 260,8 para acesso a Piraí do Sul e 7 dispositivos em desnível no município de Castro – Ano 5 ao 8
  • PR-092: Duplicação entre Jaguariaíva e Jacarezinho (128km) – Ano 3 ao 5
  • BR-369: Duplicação entre Cornélio Procópio e Jacarezinho (75km) – Ano 5 ao 7

Confira mais detalhes na apresentação feita pelo Ministério da Infraestrutura clicando aqui.

Assista à íntegra da reunião sobre as obras do Lote 2:

Lote 3
Outras rodovias que cortam os Campos Gerais estão inseridas no Lote 3. Entre as obras de destaque estão a construção de dois contornos para desviar o trânsito de perímetros urbanos de Ponta Grossa, reduzindo o risco de acidentes e aumentando a fluidez do tráfego. Com extensão total de 562 km e investimentos em obras previstos em R$ 7,63 bilhões, os projetos incluem 201 km de duplicações, 26 km de faixas adicionais, 15 km de pistas marginais e 32 passarelas. Algumas das principais intervenções na região são:

  • Contorno Norte de Ponta Grossa: Em pista dupla – Ano 4
  • Contorno Leste de Ponta Grossa: Em pista dupla – Ano 5 e 6
  • Serra do Cadeado: Duplicação da BR-376 entre Ortigueira e Imbaú (68km) – Ano 3 ao 5

Confira mais detalhes na apresentação feita pelo Ministério da Infraestrutura clicando aqui.

Assista à íntegra da reunião sobre as obras do Lote 3:

About Author