Obras do novo modelo de pedágios focam no aumento da capacidade das rodovias do Sudoeste

Projetos foram apresentados pelo Ministério da Infraestrutura a lideranças da região, que sugeriram mudanças e melhorias nas intervenções programadas

Entre 15 e 19 de março, o G7, grupo das principais entidades do setor produtivo paranaense, com coordenação técnica da Fiep, realizou as reuniões com representantes do Ministério da Infraestrutura para que fossem detalhadas as obras previstas para cada um dos seis lotes do novo modelo de concessões de rodovias proposto para o Paraná. Nos encontros, lideranças empresariais, políticas e da sociedade civil das regiões envolvidas puderam apontar mudanças e melhorias nos projetos para atender as necessidades locais.

Rodovias que passam pela região Sudoeste estão incluídas no Lote 6 do novo modelo. Conheça abaixo as previsões de investimentos propostas e, para conferir o documento com as alterações sugeridas, clique aqui.

Lote 6
Totalizando 638 km, o Lote 6 é o mais extenso no novo modelo, com a previsão de 444 km de pistas duplas, incluindo a duplicação integral da BR-277 entre Foz do Iguaçu e Guarapuava. É também o que tem maior volume estimado de investimentos em obras: R$ 8,64 bilhões. Em todo o lote, que abrange também estradas da região Sudoeste, são previstos ainda 111 km de vias marginais, 34 passarelas para pedestres e 120 retornos.

Entre as principais obras programadas no Sudoeste estão:

  • PR-182: Duplicação entre Marmelândia e Francisco Beltrão (71km) – Ano 3
  • PR-182: Marginais em Realeza (8,5 km) – Ano 3
  • PR-280/ PR-180/PR-483/PR-158: Duplicação entre Francisco Beltrão e Pato Branco (62km) – Ano 4 ao 7
  • PR-483: Marginais em Francisco Beltrão (12 km) – Ano 4
  • Contorno de Marmeleiro: Em pista dupla – Ano 4

Confira mais detalhes na apresentação feita pelo Ministério da Infraestrutura clicando aqui.

Assista à íntegra da reunião sobre as obras do Lote 6:

About Author