Parceria entre Sistema Fiep e prefeitura de Apucarana libera cotas gratuitas para o Programa Brasil Mais

São 250 cotas disponíveis a custo zero para empresas associadas aos sindicatos de Apucarana. Programa promove o aumento da produtividade de indústrias paranaenses

Empresas do município de Apucarana associadas aos sindicatos patronais têm a oportunidade de receber gratuitamente a consultoria do programa Brasil Mais. Uma parceria firmada entre o Sistema Fiep e a prefeitura do município foi lançada oficialmente em uma live realizada nesta terça-feira (6). O objetivo do programa, subsidiado pelo Senai e Governo Federal, é estimular indústrias e empresas a aumentarem a produtividade média em pelo menos 20%, por meio de melhorias rápidas, de baixo custo e alto impacto.

“O Brasil Mais é um programa que promove, acima de tudo, a competitividade. A meta de aumento de produtividade permite que empresas de todos os portes superem as dificuldades do mercado, especialmente no contexto de pandemia. Isto integra o nosso posicionamento de viabilizar ferramentas que apoiem e fortaleçam a indústria”, afirma o presidente do Sistema Fiep, Carlos Valter Martins Pedro.

“Estamos totalmente focados no atendimento à indústria, preparados para atender demandas das áreas de tecnologia e educação, de acordo com a necessidade de cada empresa. Por trabalhar com este formato personalizado, o Brasil Mais vem tendo uma resposta muito positiva”, ressalta José Antônio Fares, Superintendente do Sistema Fiep e IEL no Paraná.

Para Junior da Femac, prefeito de Apucarana, as cotas vão ser importantes para impulsionar a retomada econômica da indústria local. “Vemos no Brasil Mais uma sensibilidade que é fundamental para apoiar as empresas do interior do estado. A prefeitura sentia a necessidade de dar mais apoio aos empresários para enfrentamento da crise e, com este programa, estamos no caminho certo”, conta.

“Já passamos da marca de 30 empresas inscritas para este primeiro momento. É um apoio fundamental para superar a crise”, comemora o Secretário de Indústria e Comércio de Apucarana, Edson Estrope.

Sindicatos ressaltam a importância do Brasil Mais 

No evento de lançamento, sindicatos estiveram presentes e comentaram a importância do programa. “O Sistema Fiep vê no Brasil Mais um grande potencial para fortalecer as indústrias. Melhoria de gestão e produção mais enxuta são medidas essenciais para o futuro das empresas”, diz Carmen Lúcia Izquierdo Martins, vice-presidente do Sistema Fiep e presidente do Sindicato das Indústrias de Pré-Moldados de Concreto e Artefatos de Cimento do Norte do Paraná.

“É um apoio gratuito, uma oportunidade muito boa para os empresários. A indústria pequena também precisa de apoio, todas as empresas merecem a mesma atenção, que é o que acontece por meio desta parceria”, reforça Elizabete Ardigo, presidente do Sindicato das Indústrias do Vestuário de Apucarana e Vale do Ivaí.

Em todo o estado, são mais de 500 participantes do programa

No Paraná, mais de 500 empresas se inscreveram no Brasil Mais desde fevereiro. Entre as participantes, o aumento de produtividade médio chegou a 52%. Brasil Mais fornece um acompanhamento por 12 semanas, com total de 64 horas, garantindo maior qualificação para os processos e uma certificação para os colaboradores envolvidos. Em todo o estado, as empresas associadas a sindicatos ligados ao Sistema Fiep ganham desconto para se inscrever.

O Gerente Executivo de Tecnologia e Inovação do Sistema Fiep, Fabrício Lopes, destaca que o programa viabiliza melhorias a curto, médio e longo prazo. “A capacitação e a mentoria dos consultores permite uma transferência de conhecimento que fica como legado para a empresa. Não é apenas um ganho imediato, mas uma maneira de garantir que a indústria continue competitiva ”, destaca.

Mais informações e o formulário de inscrições estão disponíveis no site brasilmais.economia.gov.br.

Sobre o Programa Brasil Mais

Promovido pelo Governo Federal em conjunto com a Associação Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), o programa de mentoria lean (produção enxuta) ainda conta com a parceria do Sebrae, além do Senai. O Programa Brasil Mais atende indústrias de diversos segmentos, que podem indicar até três colaboradores para participar dos treinamentos, das mentorias práticas e das consultorias no chão de fábrica. O investimento é acessível às empresas, mas é necessário que as indústrias interessadas tenham de 4 a 499 funcionários e CNAE industrial primário ou secundário.

About Author