Institucional > FIEP

Senai Paraná terá nova unidade em Londrina

O espaço contará com um centro de formação e abrigará o HUB de Inteligência Artificial; apresentação do projeto aconteceu nesta terça

Nesta terça-feira (14), o Sistema Fiep promoveu, na Associação Comercial e Industrial de Londrina, a ACIL, a apresentação do projeto da nova unidade do Senai Paraná na cidade, prevista para entrar em funcionamento no final de 2023. A planta de 7.673,13 m², que será instalada no bairro Jardim Bancários, terá foco nas áreas de Educação, por meio do Centro de Formação Profissional Dr. Celso Charuri, e na de Tecnologia e Inovação, com o Instituto Senai de Tecnologia da Informação e Comunicação e o HUB de Inteligência Artificial.

O presidente do Sistema Fiep, Carlos Valter Martins Pedro, destacou que os espaços terão capacidade para atender empresas de todo o estado. Foto: Ivan Amorin

As estruturas de Educação levarão o nome do fundador da Pró-Vida, movimento responsável pelo investimento nas obras, estimado em R$ 35 milhões. Além disso, o Senai Paraná deve investir entre R$ 40 e R$ 50 milhões em laboratórios e equipamentos – muitos dos quais serão importados. “São três fatores de investimentos: na obra, em todo o equipamento e na permanência, ou seja, no custo para que a estrutura se mantenha. É um ativo do Senai que veio para ficar”, explica Carlos Valter Martins Pedro, presidente do Sistema Fiep.

Segundo o presidente do Sistema Fiep, embora instalado em Londrina, os novos espaços terão capacidade para atender empresas de todo o estado. “Londrina é o local ideal para esse investimento, é o local que vai disseminar para todo o estado os serviços oferecidos aqui”, comenta, lembrando que a cidade é um importante polo do setor de Tecnologia da Informação, com atuação transversal. Falou, ainda, do foco cada vez maior do Sistema Fiep nas indústrias, e do quanto a inteligência artificial tem feito parte desse contexto: “A inteligência artificial é o futuro da indústria e já estamos com diversos projetos nesse sentido”, complementa.

Para o prefeito Marcelo Belinati, a unidade terá um papel fundamental para a geração de negócios e, consequentemente, de novos postos de trabalho no município. “Não tenho dúvidas de que muitas empresas virão para Londrina em função da nova sede do Senai”, afirma, destacando que esse e outros investimentos que serão feitos na cidade só têm sido possíveis por meio da união de diversas entidades. “Percebemos que, unidos, a gente pode muito mais, por isso parcerias como essa são essenciais”, finaliza.

Também participaram do evento Yamao Miyamoto, representante do Pró-Vida, Márcia Manfrim, presidente da Acil, Alex Canziani, secretário municipal da Prefeitura de Londrina, Henry Cabral, gerente de Tecnologia e Inovação do Sistema Fiep, e Manuel Rodrigues, gerente executivo de Desenvolvimento, Suprimentos e Engenharia do Sistema Fiep.

Sobre a estrutura

Com 7.673,13 m² e capacidade para 685 alunos, o Centro de Formação terá 16 salas de aula e 16 laboratórios – entre eles, os voltados a desenvolvimento de software, robótica, eletrônica, realidade virtual e aumentada, internet das coisas e automação industrial –, além de áreas comuns, estacionamento e um auditório para até 200 pessoas. A unidade oferecerá cursos do Senai nas modalidades de aperfeiçoamento, qualificação, curso técnico, ensino superior e pós-graduação.

Já as estruturas de tecnologia e inovação – compostas pelo Instituto Senai de Tecnologia e Comunicação e o HUB de Inteligência Artificial – poderão atender, em média, 154 pessoas, e contarão com equipes de pesquisadores para o desenvolvimento de soluções voltadas às demandas das indústrias. Entre as tecnologias contempladas pelo espaço, estão governança de TIC, governança de dados, gestão de serviços, engenharia de SW, testes de software, inteligência artificial, cloud computing, cyber security, e análise de dados.

Acesse as fotos do evento no link abaixo:

Apresentação do projeto da nova unidade do Senai Paraná em Londrina

 

About Author