Secretário do Planejamento apresenta projetos do Estado à diretoria da Fiep

No diálogo com os industriais, Guto Silva destacou principalmente o potencial do Paraná na geração de energia limpa

O secretário Guto Silva e o presidente da Fiep, Edson Vasconcelos (Fotos: Gelson Bampi)

A diretoria da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep) recebeu, na noite desta terça-feira (7), o secretário de Estado do Planejamento, Guto Silva, para um diálogo sobre as iniciativas da pasta com foco no desenvolvimento da indústria e da economia do Paraná. Silva destacou a importância da aproximação do governo com a Fiep para pensar o planejamento do Estado e apresentou alguns dos projetos que vêm sendo conduzidos pela secretaria, especialmente com foco na cadeia produtiva de energias renováveis.

Confira a galeria de fotos da reunião

O presidente da Fiep, Edson Vasconcelos, afirmou que a aproximação com a secretaria do Planejamento é fundamental para pensar o futuro da indústria do Paraná. “Essa é uma pasta estratégica, que tem uma visão macro, e temos um caminho muito longo pela frente para olhar o futuro, por isso é muito importante esse diálogo”, disse.

Guto Silva apresentou um panorama geral do Estado, apontando indicadores do censo populacional para mostrar alguns desafios que o Paraná terá pela frente. “O censo apresentou um novo Paraná, que tem a quinta maior população do país e é o estado mais populoso da região Sul. A longevidade aumentou e recebemos muita gente de fora. Isso traz desafios para as cidades para atender esse novo perfil que temos no Estado”, disse. “Estamos envelhecendo sem poupança, com aumento da população idosa, o que diminui população economicamente ativa. Vamos ter que gastar mais com saúde e área social, o que compromete o investimento público, por isso temos uma agenda para atrair o investimento privado e aumentar a produtividade”, explicou.

Energia renovável
Entre as possibilidades do Paraná para se preparar para o futuro e gerar cada vez mais riquezas, o secretário apontou principalmente a produção de energia limpa, com destaque para o potencial do Estado no desenvolvimento de uma cadeia de produção de hidrogênio renovável a partir do biogás proveniente de biomassa. “O mundo tem discutido muito a questão de transição energética. Esse é um assunto que é muito importante, estratégico para o Paraná e, sobretudo, para a nossa indústria e para a Fiep”, declarou.

Para o secretário, é necessário planejar uma série de ações para que esse potencial seja efetivamente aproveitado. Para isso, em sua opinião, é fundamental a participação da Fiep. “É um assunto que a Fiep já tem colaborado e agora nós vamos dar uma impulsionada, porque de fato nós estamos em uma janela de oportunidade no Brasil e, sobretudo, no Paraná. Nós temos todas as condições de liderar esse processo aqui do nosso Estado, na produção de energias renováveis e distribuição, mas para isso é necessário instrumentalizar toda uma cadeia industrial, que está vinculada à questão de biogás, de biomassa e de hidrogênio”, completou.

Guto Silva considerou positivo o diálogo com a diretoria da Fiep. “Foi muito importante ter essa reunião com a diretoria aqui para a gente poder apresentar um pouco o que o Estado do Paraná está pensando. Quando a gente fala do Estado, nós temos que falar com a Federação, com a indústria, que é um cliente direto, que é uma produtora direta dessa cadeia”, afirmou.

Parceria fundamental
Para integrantes da diretoria da Fiep, o diálogo foi importante para fortalecer a parceria da entidade com o governo em prol do desenvolvimento do Paraná. “Essa parceria, com o Planejamento do Estado junto com a Federação das Indústrias, é muito importante”, ressaltou a 2º diretora secretária da Federação, Elizabete Ardigo. “Pudemos esclarecer algumas dúvidas e é essencial para nós essa aproximação entre indústria e governo”, acrescentou.

Já o diretor suplente Fernando Mizote destacou que o setor industrial, por meio da Fiep e de seus sindicatos filiados, tem condições de contribuir significativamente para o desenvolvimento do Estado. “A indústria paranaense pode interferir e propor ações para que o Paraná se desenvolva cada vez mais e se destaque em âmbito nacional e internacional como uma indústria cada vez mais participativa, desenvolvimentista, moderna e sustentável”, disse.

Sistema Fiep - Sistema Federação das Indústrias do Estado do Paraná
Av. Cândido de Abreu, 200 - Centro Cívico - 80530-902 - Curitiba-PR