Professores da Alemanha falam sobre Indústria 4.0 em Curitiba

Especialistas são do estado de Baden Württemberg, considerado um ambiente dos mais inovadores da Alemanha, e são parceiros do Sistema Fiep por meio do IEL no Paraná

Tecnologia para melhorar a produtividade da indústria, manutenção preventiva e menos linhas de produção paralisadas. Estes foram alguns dos assuntos tratados pelos professores Reinhold Birk e Raphaël Hörner, responsáveis pela formação de alunos especialistas em indústria 4.0, no estado de Baden Württemberg, considerado um dos mais inovadores do país europeu. Os dois participaram de um encontro com representantes de empresas e indústrias brasileiras nesta quarta-feira (14), no Campus da Indústria do Sistema Fiep. A reunião foi promovida pelo IEL no Paraná, por meio do Centro Internacional de Inovação do Sistema Fiep.

O encontro reuniu representantes de empresas como Petrobras, Copel, Sanepar, Renault do Brasil, Volvo, Bosch e Electrolux. “As Faculdades da Indústria do Sistema Fiep, têm parcerias com diversas instituições de ensino no exterior e fazem essa ponte entre o que está acontecendo lá e o que pode ser aplicado em nossa realidade. É uma oportunidade para as empresas, que acabam fazendo parte de um grupo técnico que discute inovação para todo o país”, disse o superintendente do Sesi e do IEL no Paraná e diretor regional do Senai, José Antonio Fares.

De acordo com o professor Reinhold Birk, não existe uma fórmula padrão para se implementados sistemas de tecnologia em indústrias, pois isso vai depender da realidade de cada fábrica. “Porém, é importante ressaltar que os sistemas inteligentes podem ser implantados em empresas de qualquer porte. Anteriormente, existia uma linha de produção capaz de produzir escalas de 100 mil produtos, iguais e repetidamente. Hoje, com a tecnologia, é possível que a mesma linha de produção seja responsável por criar inúmeros produtos diferentes ao mesmo tempo. Isso com garantia de qualidade em cada componente da peça”, garante.

O professor também deu exemplo sobre o que acontece na Alemanha, onde as peças só seguem para a próxima etapa de produção depois de receber um código de garantia, que pode ser lido através de um QR Code. “Isso serve até para quando o produto chega no cliente final e eventualmente é preciso acionar a garantia. Com o código é possível ter a leitura de todas as etapas que aquela peça passou e identificar possíveis erros”, conta.

Já para o professor Raphaël Hörner, a única forma de atrair empresas para a era da quarta revolução industrial é investir na formação de profissionais qualificados nesta área. “Na Alemanha investimos na universidade, com a criação de linhas de produção reais, onde podemos aplicar novas tecnologias para obter os melhores resultados”, conta.

Formação

A questão da qualificação técnica de profissionais também foi levantada pelo Gerente de Operações do Sistema Fiep, Fabricio Luz Lopes. Segundo ele, o Sistema Fiep, por meio das Faculdades da Indústria, está em processo de validação de um curso de MBA na área de Indústria 4.0. “Nossa expectativa é que ele seja lançado ainda no primeiro semestre deste ano e, para isso, estamos fechando a grade curricular com as indústrias aqui do Paraná, que são as mais interessadas neste assunto”, adianta.

A previsão é de que o MBA em Liderança para a Transformação Digital e Indústria 4.0 também tenha um módulo internacional, que deve acontecer na Alemanha.

Veja mais fotos aqui.

SOBRE O SISTEMA FIEP

O Sistema Fiep é composto pela Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), Serviço Social da Indústria (Sesi), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e Instituto Euvaldo Lodi (IEL). As instituições trabalham integradas em prol do desenvolvimento industrial. Com linhas de atuação complementares, realizam a interlocução com instâncias do poder público, estimulam o fomento de negócios nacionais e internacionais, a competitividade, a inovação, a tecnologia e a adoção de práticas sustentáveis, e oferecem serviços voltados à segurança e saúde dos trabalhadores, à educação básica de crianças, jovens e adultos, à formação e aperfeiçoamento profissional, à formação de nível superior, além de capacitação executiva. Sistema Fiep: nosso i é de indústria.

About Author