Projeto que reduz acidentes de trabalho e aumenta competitividade nas indústrias vence etapa nacional do Desafio Senai de Projetos Integradores

Alunos do Senai da unidade Campo Largo desenvolveram o Sistema de Motor Trifásico a Disco, projeto que permite que o trabalhador desligue máquinas sem danos ou riscos

A estimativa é de que a cada 47 segundos ocorra um acidente de trabalho no Brasil. Os dados da Organização Internacional do Trabalho (OIT) colocam o país em quarto lugar da estatística mundial. Para as empresas, o prejuízo pode ser grande e os gastos com acidentes de trabalho, fazer com que percam seu potencial competitivo no mercado.

Esta foi uma das motivações para que o grupo de alunos do Senai, unidade Campo Largo, desenvolvesse o Sistema de Frenagem de Motor Trifásico a Disco, que permite que o trabalhador desligue máquinas sem danos ou riscos. Um motor que demore muito tempo para desligar pode causar acidentes de trabalho. O protótipo criado pelos alunos, além de ser mais seguro, também é mais barato que outros disponíveis no mercado. “Nosso primeiro objetivo foi desenvolver a frenagem de motores de forma segura e confiável, levando em conta que um operador possa realizar o desligamento da máquina sem danos”, conta Alan Jitkoski, um dos autores do projeto junto com os estudantes de eletromecânica Herick Crichaki e Pedro Machado e o aluno de soldagem Jhonatas Lopes. A ideia foi a vencedora do Desafio Senai de Projetos Integradores de 2018.

“A ideia era desenvolver um projeto que atendesse as demandas da indústria; Com o apoio técnico e estrutural do Senai, realizamos diversos testes e selecionamos a melhor opção”, conta o professor Celso Wolski, do curso técnico de eletroeletrônica e mecânica, orientador da equipe.

Segundo Giovana Punhagui, gerente executiva de Educação do Sistema Fiep, desafios envolvendo a indústria são oportunidades para os estudantes trabalharem suas habilidades técnicas e teóricas. “O Desafio Senai exige um projeto estruturado, bem orientado e viável. Isso faz com que os estudantes, além de terem a oportunidade de contatarem cedo as empresas, possam desenvolver suas habilidades pessoais”, comenta. Alan concorda. “Pudemos nos aperfeiçoar tecnicamente, aplicando várias matérias na prática, mas também nos desenvolvemos na formação humana e trabalho em grupo”, conclui o aluno.

Desafio Senai de Projetos Integradores

Com o objetivo de integrar os estudantes com as empresas e o mercado, o Desafio Senai procura incentivar a criação de projetos que resolvam problemas reais enfrentados pela indústria por alunos do ensino médio e aprendizagem industrial. Em 2018, o Desafio chegou a sua 4ª edição, com mais de 900 demandas de indústrias ativas e mais de 1500 equipes de todo o país.

Matrículas Abertas 

O Senai no Paraná está com matrículas abertas para cursos técnicos em todo o Paraná. São mais de 5 mil vagas abertas para 33 cursos, em 38 unidades espalhadas pelo estado. As opções com maior oferta são os cursos Técnico em Eletromecânica, Eletrotécnica, Mecânica, Automação Industrial, Manutenção Automotiva, Administração e Segurança do Trabalho. A duração varia entre 18 e 24 meses e as mensalidades ficam entre R$ 137 e R$ 548, dependendo do curso de interesse.
As aulas começam no dia 18 de fevereiro e as matrículas podem ser efetuadas até esta data. Mas fique atento: as vagas são limitadas. Confira todas as informações no site cursocertosenai.com.br

About Author