Número de vagas de emprego na indústria impulsiona cursos técnicos na área

Vagas disponíveis aumentaram pelo segundo mês consecutivo; Senai tem matrículas abertas

Mesmo com a divulgação de que 2017 teve mais demissões do que contratações em vagas formais de trabalho, o setor industrial registrou crescimento no número de vagas nos últimos meses do ano, de acordo com o levantamento mensal realizado pela Confederação Nacional das Indústrias (CNI). As oportunidades fazem com que os cursos técnicos e profissionalizantes sejam uma alternativa para quem busca se recolocar no mercado.
“Por serem mais curtos que um curso de graduação convencional, os cursos técnicos e profissionalizantes passam a ser uma possibilidade para quem quer se especializar e até mesmo buscar uma nova área de atuação”, reflete a gerente executiva de educação do Sistema Fiep, Giovana Punhagui.
Segundo ela, outro ponto positivo é a possibilidade de aumento de salário depois da conclusão do curso. “Temos pesquisas que mostram que a renda média pode aumentar em até 18% com um curso técnico no currículo. Em um momento de crise, isso conta muito para organizar as finanças”, diz.
No Senai do Paraná, os cursos técnicos podem ser realizados por pessoas que estão cursando ou concluíram o Ensino Médio em mais de 40 unidades espalhadas pelo Estado. As aulas começam em fevereiro e ainda há disponibilidade de vagas em vários cursos. “Os valores também são atrativos, já que os cursos de 18 a 24 meses, têm mensalidades a partir de R$170, dependendo da área escolhida”, reforça a gerente executiva.
De acordo com o Mapa do Trabalho Industrial 2017-2020, elaborado pelo Senai, existe a possibilidade de qualificar 920.063 trabalhadores industriais no Paraná, principalmente nas áreas de Meio ambiente e produção; Metalmecânica; Energia; Tecnologias de Informação e Construção.
Mais informações: www.senaipr.com.br/cursostecnicos

SOBRE O SISTEMA FIEP
O Sistema Fiep é composto pela Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), Serviço Social da Indústria (Sesi), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e Instituto Euvaldo Lodi (IEL). As instituições trabalham integradas em prol do desenvolvimento industrial. Com linhas de atuação complementares, realizam a interlocução com instâncias do poder público, estimulam o fomento de negócios nacionais e internacionais, a competitividade, a inovação, a tecnologia e a adoção de práticas sustentáveis, e oferecem serviços voltados à segurança e saúde dos trabalhadores, à educação básica de crianças, jovens e adultos, à formação e aperfeiçoamento profissional, à formação de nível superior, além de capacitação executiva. As Faculdades da Indústria têm se firmado como organização que contribui para o desenvolvimento das indústrias e o desenvolvimento da sociedade. Sistema Fiep: nosso i é de indústria.

 

About Author