Moradores do Ney Braga participam do projeto “Caminhos da Profissão”

Ação foi programada pela população de Maringá durante implantação do projeto de desenvolvimento no bairro. Primeira turma começa nesta terça-feira (21)

As ideias de melhorias para o bairro Ney Braga, em Maringá, sonhadas pelos próprios moradores que implantam o Projeto Político de Desenvolvimento das Cidades do Paraná já começam a virar realidade. Visando proporcionar uma oportunidade para que jovens e trabalhadores do bairro e de outras 13 localidades vizinhas capacitem-se para o mercado de trabalho, a comunidade, através da Rede de Participação Política – uma iniciativa propositiva e apartidária criada pela Federação das Indústrias do Paraná (Fiep) em parceria com a Federação das Associações Comerciais e Empresariais (Faciap) -, firmou parceria com o SESI/SENAI Paraná para participar do projeto “Caminho da Profissão”.  Dezesseis alunos iniciam, nesta terça-feira (21), o curso Auxiliar de Serviços Automotivos, o qual terá uma duração de 160 horas e será realizado, das 13 horas às 17 horas, no Senai – Rua Nelson Abrão, 80, na Zona Sul. Esta capacitação terá o apoio da empresa Polivel Veículos que irá fornecer kits básicos de ferramentas para os profissionais terem condições de atuar na área prontamente após a conclusão do treinamento.

 INSCRIÇÕES ABERTAS

 E já estão abertas as inscrições para o curso Serviços de Auxiliar Panificação. Sem data prevista para começar, o curso será realizado em parceria com a Ong TEMM (Trabalho de Encaminhamento do Menor de Maringá), local onde serão ministradas as aulas – Avenida Gurucaia, 1189. Os kits para os participantes serão fornecidos pela Panificadora Cerro Azul. Inscrições e informações com Elcia Valentini, pelo telefone (44) 3218-5687 ou e-mail: elcia.valentini@fiepr.org.br. A idade mínima para participar é de 16 anos.

 Ações – Uma das prioridades dos moradores era trabalhar por melhorias na segurança do Ney Braga. Pensando nisso a comunidade atuou em parceria com a Polícia Militar do município e conseguiu uma ronda noturna periódica. “O 4º batalhão da polícia faz uma ronda ostensiva, as viaturas estão passando mais vezes e fazendo abordagem nos bares. O patrulhamento está mais efetivo”, avalia o comerciante Adriano Brenzan, ressaltando que o problema, ainda, é o número reduzido de policiais. A iluminação do bairro também foi melhorada com o rebaixamento dos postes nas ruas. “Aqui é muito arborizado e os postes ficavam escondidos, deixando as ruas escuras e inseguras. Agora dá até para ver o final da rua e as pessoas podem transitar à noite”, conta Brenzan.

 

Ação promoveu palestras nas escolas do Ney Braga

 

Mais de 400 alunos de colégios do Ney Braga tiveram palestras sobre cidadania fiscal nos últimos meses. A ação, também foi uma das sugestões listadas pela comunidade no projeto. A ideia, que ainda deve ser levada para mais escolas da região, é o de orientar os futuros eleitores sobre o processo político e tributário como, por exemplo, sobre o funcionamento da Câmara de Vereadores, o papel dos políticos e sua influência na sociedade, além de dar mais informações sobre o sistema de cobrança de impostos, corrupção e desvios no setor. Os eventos, coordenados pelo voluntário Marcelo Henrique Galdioli, são realizados através de uma parceria feita entre a Rede de Participação Política e a Sociedade Eticamente Responsável (SER).

 

Prioridades – Ações que dependem de esforços do setor público, municipal e estadual, devem ser concretizadas no que vem. A construção de um centro esportivo e de um salão comunitário tramitam na prefeitura de Maringá. “A avaliação do projeto é satisfatória. A gente fica contente, pois (o projeto) despertou nas pessoas a vontade de ajudar, trouxe gente nova, comerciantes, moradores. A expectativa é que mais gente se envolva. A partir do momento que começar as obras do centro esportivo, do salão comunitário, que é uma coisa que todo mundo espera, você consegue engajar mais pessoas. Quando você vê de fato as coisas acontecendo realmente as pessoas têm interesse”, disse Nivaldo Agda, presidente da Associação de Moradores do Ney Braga.

 Paraná – O Projeto Político de Desenvolvimento das Cidades do Paraná já foi implantado em bairros nas cidades de Curitiba, Ponta Grossa, Maringá, Londrina e Araucária e nos municípios de Fazenda Rio Grande e Reserva do Iguaçu, totalizando 29 diferentes localidades e mais de 80 mil pessoas envolvidas, de forma direta e indireta. Algumas ações planejadas durante os encontros do projeto já estão sendo executadas, além do bairro Ney Braga, em Maringá, nas vilas Santana e Barreto, em Ponta Grossa, no Jardim Santos Andrade, em Curitiba, e na Vila Recreio, em Londrina.

A metodologia pode ser aplicada em qualquer localidade onde haja mobilização e interesse dos moradores em utilizar o projeto para buscar melhorias na qualidade de vida. O trabalho consiste na construção de uma agenda positiva que possibilite desenvolver a localidade num período de 10 anos. As vilas Santana e Barreto, em Ponta Grossa, foram pioneiras no Paraná e começaram 2009 colocando em prática as ações definidas no ano passado.

Mais detalhes pelo telefone (44) 3218-5687 ou acesse www.redeempresarial.org.br

 

About Author