Tecnologias disruptivas auxiliam na promoção da saúde nas indústrias

Edital Sesi Tech aprova 29 projetos inovadores para solucionar desafios de segurança e saúde dos trabalhadores

A pintura UV na indústria moveleira pode ser muito prejudicial para os trabalhadores do setor. Com o uso de produtos tóxicos e inflamáveis, é possível causar queimaduras, irritação nos olhos e nas vias respiratórias. Para lidar com o problema, um grupo de ex-alunos do Colégio Sesi no Paraná empreendeu em uma startup que busca automatizar e parametrizar parte do processo produtivo. A relevância da tecnologia idealizada pela TempoX fez com que a startup fosse uma das selecionadas pelo Edital Sesi Tech para receber apoio e investimentos para a execução do projeto. O Edital Sesi Tech é uma iniciativa do Sesi e do Senai no Paraná que tem como objetivo apoiar o desenvolvimento de novas tecnologias aplicadas às demandas da indústria na área de Segurança e Saúde no Trabalho (SST). Além da TempoX, outros 28 projetos foram aprovados entre os mais de 190 inscritos.

Com apenas 18 anos, Gabriel Antonio Beneli é cofundador da TempoX e conta que o apoio desse fomento já está proporcionando um grande networking e conhecimento técnico para a nova empresa. “O edital foi o gatilho para a nossa incubação e o pontapé inicial para o desenvolvimento tecnológico do nosso produto, oportunizando, além do fomento monetário, acesso aos técnicos, laboratórios e estrutura do Instituto Senai de Tecnologia”, diz.

Segundo Rosangela Fricke, gerente executiva de Segurança e Saúde do Sistema Fiep, o edital busca “promover acesso a novas tecnologias e alinhá-las com as demandas e necessidades do mercado. Assim, os projetos são pensados e alinhados com a realidade das empresas e indústrias, focando na saúde e segurança do trabalhador dentro das suas atividades rotineiras e trazendo melhorias à qualidade de vida do trabalhador e produtividade às empresas e indústrias”.

Para o gerente de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação do Sistema Fiep, Rafael Trevisan, este é um momento importante para se relacionar a modernização do processo produtivo e a indústria 4.0 com a segurança e saúde no ambiente de trabalho. “Muito se fala da importância da SST e muito se fala sobre as novas tecnologias. O Sistema Fiep os uniu para ajudar e apoiar projetos que, por meio da tecnologia, melhore a qualidade de vida e segurança do trabalho”, aponta.

About Author