Empresas recebem Selo Clima Paraná por boas práticas ambientais

Ao total, 36 empresas foram contempladas. Iniciativa é do Governo do Paraná, com apoio do Sistema Fiep

Klabin recebe selo Clima Paraná Ouro Plus pelas unidades  Monte Alegre e Puma I . Créditos: Gelson Bampi

O Governo do Paraná, com apoio do Sistema Fiep, entregou nesta quinta-feira (7 de novembro) o Selo Clima Paraná – edição 2019. Receberam a certificação 36 empresas que, voluntariamente, decidiram medir, divulgar e reduzir a pegada de carbono que revela as emissões de dióxido de carbono (CO2), o mais importante gás de efeito estufa, causador do aquecimento global e das mudanças climáticas.

“O grande objetivo do selo é reconhecer as empresas que já fazem a melhoria da pegada de carbono e a redução das emissões”, disse Fabiana Campos, diretora de Políticas Ambientais da Secretaria de Desenvolvimento Sustentável e do Turismo do Paraná. Ela fez referência ao trabalho do Sistema Fiep, com os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODMs), iniciado em 2004 e, que em 2015, passou por uma reconfiguração, sendo sucedido pelos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODSs).

Fabiana explicou que nesta proposta mais recente, a ONU destaca três grandes vertentes na busca pelos ODSs: o combate à desigualdade, o combate à fome extrema e um olhar atento às mudanças climáticas. A diretora pediu às empresas premiadas para que elas ajudem o Governo e o Sistema Fiep a trazer para esta ação também os seus fornecedores. “É muito importante incluir toda a cadeia de valor neste processo”, reforçou.

Consultoria e suporte técnico 

Alcino Tigrinho, vice-presidente da Fiep, que representou o presidente Carlos Valter Martins Pedro, no evento, disse que a obtenção do selo é o ponto culminante de um trabalho que, por mais oneroso que seja para a empresa, é muito importante para o planeta e para toda a sociedade. “O Sistema Fiep incentiva muito as empresas a participarem”, disse, informando que o Senai, por meio do Instituto de Tecnologia em Meio Ambiente, pode prestar consultoria e dar todo o suporte que as indústrias precisam neste processo.

Em sua quinta edição, o Selo Clima Paraná tem três categorias. A categoria básica concede o selo a todas as empresas que fazem um inventário das suas emissões e o submetem à Secretaria de Desenvolvimento Sustentável. Para as empresas que, além disso, são também auditadas pelo Inmetro e aprovadas, é concedido o selo Ouro e aquelas que, além disso, ainda comprovam resultados, é concedido o selo Ouro Plus.

Este ano, das 36 empresas participantes, três delas receberam o selo Ouro Plus: a Klabin S/A (unidades de Monte Alegre e Puma), a Companhia Siderurgica Nacional (CSN – unidade de Araucária) e a Engie do Brasil Energia S/A.

“Para a Klabin este selo é muito importante e é um reconhecimento de todo o trabalho na área ambiental, desde a matriz florestal até os combustíveis renováveis, que são subprodutos da sua produção”, destacou Jean Marcel Teixeira, representante da empresa. Ele explicou que a indústria tem reduzido substancialmente o consumo de óleo combustível, substituindo por combustíveis renováveis. “O selo confirma que a empresa como um todo está cada vez mais neste caminho, buscando incluir todas as suas unidades neste processo”, ressaltou.

Indústria de fertilizantes e agroquímicos, com sede em Ponta Grossa, a Agrocete conquistou pela primeira vez o selo. “Esta conquista é uma forma de mostrarmos para toda a sociedade, nossos clientes e fornecedores que praticamos a responsabilidade ambiental”, disse Carolina Rocha, coordenadora de projetos ambientais da empresa. Segundo ela, a conquista do selo clima é um marco para a empresa da mesma forma que foi a implantação da ISO 14000, em 2014. Ele conta que um dos ajustes que foram necessários na fábrica para a conquista do selo foi relacionado ao uso da energia elétrica, com um controle rigoroso no horário de ponta, que, além de custo elevado, gera transtornos operacionais. Outra medida foi a renovação da frota de caminhões para uma redução das emissões de CO2.

Confira a relação completa das empresas que receberam o Selo Clima Paraná – edição 2019:

Selo Clima Paraná:
Acome do Brasil Ltda. – Irati
Agrocete Indústria de Fertilizantes Ltda. – Ponta Grossa
Bonetti Logística Ltda. – AgroNutri / Francisco Beltrão
Brose do Brasil Ltda. – São José dos Pinhais
Diagnósticos da América S.A. – São José dos Pinhais
EBMAC Transportes e Logística Ltda. – Cambé
Electrolux do Brasil S.A. – Curitiba
Empresa de Águas Ouro Fino Ltda. – Campo Largo
Frangos Pioneiro Ind. e Com. de Alimentos Ltda. – Joaquim Távora
Frísia Cooperativa Agroindustrial – 26 unidades no Paraná
Fundição e Metalúrgica Tiger Ltda. – Primeiro de Meio
Gráfica e Editora Posigraf Ltda. – Curitiba
JBS S.A. – 33 unidades no Paraná
Landis+Gyr Equipamentos de Medição Ltda. – Curitiba
Lightsweet Indústria e Comércio de Alimentos Ltda. – Marialva
LP Brasil OSB Indústria e Comércio Ltda. – Ponta Grossa
Potencial Biodiesel Ltda. – Lapa
Rodovias Integradas do Paraná S.A. – VIAPAR / Maringá
Sapatini & Rodrigues Frigoríficos Ltda. – Apucarana
Sim Estearina Indústria e Comércio Ltda. – Curitiba
Tecnotam Embalagens Industriais Ltda. – Barra Nova
Unidade de Carnes – Alegra Foods da Castrolanda Coop. – Castro
Volvo do Brasil Ltda. – Curitiba

Selo Clima Paraná Ouro:
Grupo Boticário – São José dos Pinhais
Copel – Curitiba
Sanepar – Curitiba
Britanite – Quatro Barras
Klabin S.A. – Unidades Paranaguá e Rio Negro
Petrobras Distribuidora S.A. – Araucária, Londrina e Guarapuava
Rodonorte S.A. – Ponta Grossa
Rumo Malha Sul – Curitiba
SLB do Brasil Projetos Florestais Ltda. – Santo Antônio da Platina

Selo Clima Paraná Ouro Plus:
Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) – Araucária
Engie Brasil Energia S.A. – Salto Osório e Saudades do Iguaçu
Klabin S.A – Unidade Monte Alegre / Telêmaco Borba
Klabin S.A – Unidade Puma I / Ortigueira

 

About Author