Webinar discute oportunidades de integração entre Paraná e Paraguai

Videoconferência teve a participação do presidente da Fiep, Carlos Valter, do vice-governador Darci Piana e da ministra de Indústria e Comércio do país vizinho, Liz Cramer

O presidente da Fiep, Carlos Valter Martins Pedro, participou nesta quinta-feira (23) do webinar Desafios e Oportunidades Regionais de Integração Produtiva, promovido pela Câmara de Comércio Paraguay-Brasil. Na videoconferência, foram discutidas possibilidades de integração entre as cadeias produtivas paraguaia e paranaense, principalmente como estratégia para contribuir com a recuperação econômica das duas regiões no pós-pandemia.

O encontro teve a participação da ministra de Indústria e Comércio do Paraguai, Liz Cramer, que apresentou detalhes do plano de retomada que está em desenvolvimento no país. O pacote prevê a aplicação de US$ 2,5 bilhões em ações de proteção social, investimentos, geração de empregos e crédito para empresas. “Também temos diversas reformas previstas ainda este ano para melhorar o ambiente de negócios do país”, disse. Também estão em análise US$ 773 milhões em financiamentos para projetos privados de infraestrutura, que segundo a ministra, podem inclusive fortalecer a integração do país com o Paraná. “Acredito que uma maior diversificação da economia paraguaia passa por criar novas oportunidades na faixa de fronteira, com maior industrialização, e isso pode ser feito junto com o Paraná”, afirmou a ministra.

Para incrementar essa relação, o governo paraguaio fez um levantamento de produtos que o Paraná atualmente importa da Ásia e que também são produzidos no Paraguai. Segundo a ministra, a substituição desses produtos por similares paraguaios pode reforçar a integração entre as economias dos dois países. “O Paraná é mais industrializado que o Paraguai, mas também podemos fazer parte dessa cadeia produtiva”, disse.

Para Carlos Valter, a indústria paranaense pode se aproveitar de benefícios oferecidos pelo Paraguai para reduzir custos e ampliar sua competitividade internacional, usando o país vizinho como uma plataforma de exportação. “O projeto que o governo paraguaio fez para o setor industrial faz dele um excelente parceiro para que nossas indústrias possam fazer a reexportação, não somente de volta ao Brasil, mas com otimização de custos para que exportem para outras partes do mundo”, afirmou. “Temos muitas oportunidades para melhorar essa relação”, acrescentou.

Quem também participou do webinar foi o vice-governador do Paraná, Darci Piana, que defendeu uma maior integração do Paraná e do Brasil não apenas com o Paraguai, mas com todos os países do Mercosul. “Por maior potencial que tenhamos no Brasil para produção agrícola e manufaturados, nunca seremos tão fortes se os quatro países não estiverem unidos. Ainda não se consolidou o que mais precisa, que é o relacionamento entre as pessoas que fazem negócios”, afirmou.

O webinar contou ainda com a presença do embaixador do Brasil no Paraguai, Flavio Soares Damico; do presidente da Câmara de Comércio Paraguay Brasil, Antonio Carlos dos Santos; e do diretor-superintendente do Sebrae Paraná, Vitor Tioqueta.

About Author