Coluna > Coluna semanal

Tecnologia BIM estará presente na nova torre de controle do Aeroporto de Bacacheri

Projeto foi viabilizado após parceria entre a CISCEA e o Instituto Senai de Tecnologia em Construção Civil

Projeto da nova torre do Aeroporto de Bacacheri é desenvolvido com consultoria do IST em Construção Civil

A tecnologia Building Information Modeling (BIM) tem sido cada vez mais utilizada em projetos de engenharia no Brasil, pois oferece uma simulação do ambiente construído, além da simulação de custos e cronograma de execução, permitindo um planejamento mais eficiente da obra. Muitas empresas e instituições têm procurado consultorias para a utilização do BIM em suas operações, como é o caso da Comissão de Implantação do Sistema de Controle do Espaço Aéreo (CISCEA), que recorreu à expertise do Senai no Paraná para implementar o uso dessa tecnologia em seus projetos.

Por meio de uma consultoria do Instituto Senai de Tecnologia (IST) em Construção Civil, localizado em Ponta Grossa, está sendo desenvolvido e implementado o projeto da nova torre de controle do Aeroporto de Bacacheri, em Curitiba. “Apesar de não ser novidade, o uso da tecnologia BIM se tornou mais disseminado recentemente. Como essa é uma área de pesquisa contemplada pelo IST Construção Civil, nada mais justo do que contribuirmos com a transferência desse conhecimento para outras empresas e instituições”, afirma Fabrício Lopes, gerente executivo de Tecnologia e Inovação do Sistema Fiep.

De acordo com Carlos Alexandre Dias, chefe do setor de Tecnologia da Construção (ITC) da Divisão de Infraestrutura (DI) da CISCEA, agora que o projeto está em estágio final, o próximo passo será a abertura de edital de licitação para execução da obra. “Provavelmente, até o final deste ano estaremos com o edital aberto, para começar a obra no ano que vem, com duração prevista de 18 meses. Ao longo da construção, continuaremos usufruindo da consultoria do Senai, com acompanhamento e fiscalização da obra. Além disso, a parceria com o IST Construção Civil possibilitou a elaboração de um roadmap com horizonte até 2028, com um plano de implantação da tecnologia BIM em outros projetos”, explica.

Atualmente, a Torre de Controle de Bacacheri não comporta a instalação de novos equipamentos e a modernização dos sistemas operacionais. “A construção da nova estrutura proporcionará a melhoria dos equipamentos e sistemas, contribuindo para a continuidade da prestação do serviço de tráfego aéreo de excelência e garantindo os níveis estabelecidos de segurança”, informa Dias.

Programa de Residência BIM
Por meio de um programa teórico-prático do IST em Construção Civil denominado Residência BIM, empresas da construção civil poderão ter acesso a aplicações da tecnologia, em diferentes níveis, de forma a tornar seu processo mais eficiente e tecnológico, entrando em um novo patamar em sua cadeia industrial. O programa é composto por dois módulos independentes, um para desenvolvimento de um projeto piloto e outro para estruturação e acompanhamento de implantação da tecnologia, utilizando Provas de Conceito para validação. Para isso, serão selecionados profissionais graduados nas áreas de AEC (Arquitetura, Engenharia e Construção), que irão se especializar na tecnologia BIM durante a residência, que pode durar de 8 a 24 meses.

As empresas interessadas em patrocinar o programa deverão passar por um processo de análise e seleção, sendo disponibilizadas apenas oito adesões para essa primeira turma. O edital do programa está disponível clicando aqui.

About Author